Louis Vuitton dobra investimento no metaverso e lança coleção NFT

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:
Reprodução

No fim de março, a Louis Vuitton esteve presente no primeiro desfile de grande porte no metaverso., no Decentraland

Acessibilidade


Responsável pela criação do jogo “Louis: The Game”, em 2021, para comemorar o aniversário de 200 anos de seu fundador, a Louis Vuitton está expandindo o projeto e adicionando uma coleção de NFTs na dinâmica. Até agosto, a marca deixará disponível no game uma quantidade limitada de tokens direcionados aos fãs.

Os NFTs são fruto de uma parceria com o artista digital Beeple, que ficou conhecido pela venda de um dos NFTs mais valorizados da história recente. Uma de suas obras foi vendida em março do ano passado por quase R$ 325 milhões (US$ 70 milhões). Beeple é dono da startup Venew Labs, que está desenvolvendo conceito de NFT para outras marcas. Para Michael Burke, CEO da Louis Vuitton, o objetivo dos NFTs não é comercial, mas sim educacional.

LEIA TAMBÉM: Desfile no metaverso tem Dolce & Gabanna, Tommy Hilfiger e Paco Rabanne

Moda e metaverso

No fim de março, a Louis Vuitton esteve presente no primeiro desfile de grande porte no metaverso. O evento ocorreu na Decentraland, plataforma que vem chamando a atenção, sobretudo pelas movimentações de compra e venda de terrenos. O Fashion Week ganhou uma versão totalmente virtual e imersiva. Na abertura, a Dolce & Gabanna realizou seu desfile no Fashion District, mesmo espaço que está recebendo outras marcas como Tommy Hilfiger, Forever 21 e Paco Rabanne. Além da experiência em si, o evento comercializou NFTs de roupas e acessórios presente nos desfiles.

Compartilhe esta publicação: