Desfile no metaverso tem Dolce & Gabanna, Tommy Hilfiger e Paco Rabanne

Decentraland deu início a seu primeiro evento de moda na quinta-feira, 24, e ainda deve receber mais de 50 marcas até amanhã (27).

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:
Getty Images

Primeiro desfile de moda do Decentraland vai até amanhã (27)

Acessibilidade


A Decentraland, plataforma autointitulada metaverso, que vem chamando a atenção, sobretudo pelas movimentações de compra e venda de terrenos que já protagonizou, iniciou na quinta-feira, 24, seu primeiro desfile de moda. O Fashion Week ganhou uma versão totalmente virtual e imersiva. Na abertura, a Dolce & Gabanna realizou seu desfile no Fashion District, mesmo espaço que está recebendo outras marcas como Tommy Hilfiger, Forever 21 e Paco Rabanne até amanhã (27). Além da experiência em si, o evento está comercializando NFTs de roupas e acessórios presente nos desfiles. A possibilidade da compra de produtos físicos também é real.

Boom imobiliário

Imobiliária especializada em ativos virtuais, a Metaverse Group pagou o equivalente a R$ 13 milhões, em novembro do ano passado, por um terreno dentro da Decentraland. A criptomoeda utilizada na transação foi a Mana. O terreno em questão foi o que deu origem a atual Fashion Street e ponto importante do desfile dessa semana.

LEIA TAMBÉM: Terreno virtual, uma nova opção de investimento imobiliário

Esse é mais um, entre os casos recentes de investimentos em estratégias virtuais associadas ao conceito de metaverso. No ano passado, a Nike anunciou a criação da Nikeland dentro do jogo Roblox. Neste caso, foi recriada a sede da companhia em 3D com o objetivo de atrair novos talentos e permitir que os fãs vejam uma outra faceta da marca. Semanas antes, a empresa já havia solicitado ao Escritório de Marcas e Patentes dos EUA o registro de ativos virtuais que levam seus logos: Nike, Jordan e o slogan Just do It.

Getty Images

A área destinada ao evento no Decentraland também reúne espaços para lojas e discotecas

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Experiências sensoriais

Em janeiro deste ano, a startup de psicodélicos Ei.Ventures, com sede em Miami, anunciou a compra de um terreno virtual no The Sandbox, plataforma de metaverso. A The Sandbox é uma subsidiária da empresa de jogos em blockchain Animoca Brands, com sede em Hong Kong, e consiste em um mundo virtual onde os jogadores podem criar, possuir e monetizar itens e experiências virtuais como tokens não fungíveis (NFTs) na blockchain Ethereum, por exemplo, o que consiste na conexão entre o mundo dos games com o de criptomoedas.

LEIA TAMBÉM: Terreno no metaverso é comprado por startup psicodélica

A compra da propriedade representa a terceira maior venda de terrenos na plataforma 3D e foi avaliada em US$ 2,22 milhões. A parcela, que abrange 144 pedaços de terreno virtual no espaço de 12 por 12, será chamada PSLY.COM, o nome da empresa que em breve será fundida da Ei.Ventures com a Mycotopia Therapies.

Compartilhe esta publicação: