Fundadores da LOUD levantam R$ 50 milhões com nova startup de blockchain

A Snackclub, especializada em Web3, utilizará os recursos para ampliar o investimento em criptogames na América Latina.

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:
Divulgação

Bruno Oliveira e Jean Ortega, sócios da Loud e da empresa irmã Snackclub

Acessibilidade


A LOUD, uma das maiores organizações de games do Brasil, com mais de 300 milhões de seguidores, levantou, em parceria com a Snackclub, startup especializada em Web3, uma rodada de R$ 50 milhões com o objetivo de investir em jogos blockchain na América Latina. Dentre as primeiras ações pós-aporte, a startup vai lançar uma organização autônoma descentralizada (DAO) com foco em games e comunidade.

Os investidores que participam da rodada de captação são Animoca, Ascensive Assets, Formless Capital, Jump Crypto, Mechanism e OP Crypto. “A LOUD sempre foi uma organização que prioriza a comunidade”, diz Jean Ortega, cofundador da LOUD e sócio-gerente do Snackclub. “O objetivo é elevar esse compromisso investindo em tecnologia, em plataformas e em parcerias com publishers que trarão o potencial dos jogos blockchain para nossa comunidade. Temos um longo caminho a percorrer, mas sabemos que mudaremos os motivos pelos quais as pessoas decidem entrar para o universo dos games”

LEIA TAMBÉM: Game feito por brasileiros permite ganhar dinheiro coletando e vendendo NFTs

De acordo com a empresa, historicamente, os jogadores não têm posse sobre a moeda, equipamentos ou ativos que seus personagens adquirirem através de centenas de horas investidas em diversos jogos. “A Web3 mudou o jogo e com a sua proliferação os usuários passam a ter direito na vida real sobre seus itens conquistados in game a partir de carteiras blockchain que concedem, imediatamente, valor aos ativos raros, fornecendo liquidez necessária para impulsionar economias globais”, diz o comunicado da empresa.

“Como empresa irmã da LOUD, a Snackclub está sendo lançada com acesso a uma comunidade imediata e apaixonada que está ansiosa para explorar o futuro dos jogos”, disse Marc Weinstein, sócio da Mechanism, principal investidor da rodada. “Estamos entusiasmados em apoiar os esforços da Snackclub para concretizar esse futuro, fornecendo um ecossistema que promove propriedade, justiça e transparência, especialmente para uma região onde, mesmo uma pequena renda, pode ajudar muito. Este é um momento emocionante para os jogos e mal podemos esperar para definir seu potencial ao lado de nossos novos parceiros.”, reforçou.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Um dos fundadores da LOUD, Bruno Oliveira foi eleito Forbes Under 30 em 2019 aos 24 anos. Fundador do canal que lhe rendeu o nome pelo qual é conhecido desde 2014, Bruno foi um dos pioneiros no YouTube a produzir conteúdo focado em jogos de celular, aos 19 anos. A fama online veio com vídeos de Clash of Clans e sobre seu intercâmbio nos EUA, resultando em 10,3 milhões de inscritos na plataforma de vídeos e quase 3 milhões no Instagram. Em 2019, “Playhard” abriu uma empresa de desenvolvimento de tecnologia e inovação, com projetos voltados para o segmento gamer, e se tornou um dos sócios da LOUD.

Compartilhe esta publicação: