Orkut é reativado, e fundador da rede social avisa: 'Construindo algo novo'

Domínio do site extinto em 2014 voltou a ficar disponível, e Orkut Büyükkökten escreveu mensagem falando sobre possível retorno.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Orkut, rede social que foi sucesso nos anos 2000 e extinta em 2014, pode estar prestes a voltar. O domínio do site (www.orkut.com) foi reativado e, hoje, exibe um comunicado do criador, Orkut Büyükkökten, exaltando o passado da plataforma e dando indícios de que um retorno pode acontecer.

Leia mais: Roubo de NFTs da coleção Bored Ape soma R$ 64 milhões e alerta investidores

“Olá! Sou o Orkut. 17 anos atrás eu criei uma pequena rede social enquanto eu trabalhava no Google como engenheiro de software. Em apenas alguns anos, essa rede social se tornou o orkut.com com mais de 300 milhões de usuários”, começa a mensagem. “Acredito que o orkut.com encontrou sua comunidade porque reuniu tantas vozes diversas de todo o mundo em um só lugar. Trabalhamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde o ódio e a desinformação não fossem tolerados. Nos dedicamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde você pudesse conhecer pessoas reais que compartilhavam seus mesmos interesses, não apenas pessoas que curtiram e comentaram em suas fotos.”

Orkut cita e critica práticas utilizadas em outras plataformas, como o uso de dados pessoais dos usuários, e diz que “a melhor rede social é aquela que enriquece sua vida, mas não a manipula”. No final do texto, revela o que o levou a criar a rede social que leva o nome dele e dá pistas sobre a possível volta dela.

“Acredito no poder da conexão para mudar o mundo. Acredito que o mundo é um lugar melhor quando nos conhecemos um pouco mais. É por isso que criei a primeira rede social do mundo quando era estudante de pós-graduação em Stanford” É por isso que eu trouxe o orkut.com para tantos de vocês ao redor do mundo. E é por isso que estou construindo algo novo. Vejo você em breve!“, finaliza.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Apesar do tom da mensagem, ainda não há mais informações sobre se o Orkut, de fato, voltará a ficar disponível para os internautas. Mas, na página, é possível se inscrever para receber atualizações.

Leia o comunicado na íntegra:

Hello!

Sou o Orkut. 17 anos atrás eu criei uma pequena rede social enquanto eu trabalhava no Google como engenheiro de software. Em apenas alguns anos, essa rede social se tornou o orkut.com com mais de 300 milhões de usuários.

Acredito que o orkut.com encontrou sua comunidade porque reuniu tantas vozes diversas de todo o mundo em um só lugar. Trabalhamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde o ódio e a desinformação não fossem tolerados. Nos dedicamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde você pudesse conhecer pessoas reais que compartilhavam seus mesmos interesses, não apenas pessoas que curtiram e comentaram em suas fotos.

O mundo precisa de gentileza agora mais do que nunca. Há tanto ódio online nos dias de hoje, e nossas opções para encontrar e construir conexões reais são poucas e bem escassas. Sempre acreditei que uma amizade é mais do que um pedido de amizade, e dediquei minha vida para ajudar milhões de vocês a construir conexões autênticas com seus vizinhos, familiares, funcionários e os belos estranhos que entram em suas vidas.

Nossas ferramentas online devem nos servir, não nos dividir. Elas devem proteger nossos dados, não vendê-los. Elas devem nos dar esperança, não medo e ansiedade. A melhor rede social é aquela que enriquece sua vida, mas não a manipula. Eu quero que você seja capaz de ser o seu verdadeiro eu, online e offline. Eu quero que você seja capaz de fazer conexões duradouras. Eu quero ajudá-lo a fazer isso com todo o meu coração.

Eu sou uma pessoa otimista. Acredito no poder da conexão para mudar o mundo. Acredito que o mundo é um lugar melhor quando nos conhecemos um pouco mais. É por isso que criei a primeira rede social do mundo quando era estudante de pós-graduação em Stanford. É por isso que eu trouxe o orkut.com para tantos de vocês ao redor do mundo. E é por isso que estou construindo algo novo. Vejo você em breve!

Compartilhe esta publicação: