Mark Cuban, Pitbull e empresa de mídia de Paris Hilton financiam aplicativo de animação

O aplicativo immi foi lançado hoje (4) e planeja lançar seus próprios personagens como NFTs, além de animar mais NFTs existentes no futuro.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Roy Rochlin/Getty Images
Roy Rochlin/Getty Images

O bilionário Mark Cuban, um dos investidores do aplicativo immi

Acessibilidade


O aplicativo de animação immi foi lançado na loja da Apple hoje (4) depois de garantir investimentos do bilionário Mark Cuban, do cantor Pitbull e da 11:11 Media, de Paris Hilton; na mais recente rodada de investimentos de celebridades em empresas focadas no metaverso e NFTs (tokens não fungíveis).

O aplicativo, que cria animações que podem ser usadas nas mídias sociais ou no metaverso, permitirá que proprietários selecionados dos populares NFTs Bored Ape Yacht Club e My Pet Hooligan animem estes personagens.

A rodada de captação de recursos da empresa avaliou o immi em US$ 50 milhões (R$ 250 milhões), disse um porta-voz. Outros investidores incluem Tony Robbins, o fundador do Zoom, Eric Yuan; e o músico Steve Aoki.

Paris Hilton, que comprou e criou NFTs e investiu em várias empresas de criptomoedas, publicou um vídeo de um personagem animado do Bored Ape em sua conta no Twitter no domingo.

A immi planeja lançar seus próprios personagens como NFTs, além de animar mais NFTs existentes no futuro, disse a empresa.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os investimentos de capital de risco em startups focadas em NFT aumentaram no ano passado, com mais de US$ 2 bilhões (R$ 10 bilhões) injetados em 331 empresas, de acordo com o provedor de dados Pitchbook.

Forbes abre inscrições para lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: