Contrariando expectativas, Apple não anuncia headset de realidade mista

Analistas aguardavam o device dentre as novidades do WWDC 2022, sobretudo, com a euforia em relação à concorrência com Meta

Luiz Gustavo Pacete e Andressa Barbosa
Antonio De Rosa

Os rumores foram tantos que o designer Antonio De Rosa chegou a desenvolver um modelo conceito do headset e o batizou de Apple View

Acessibilidade

O holofote voltado para o WWDC, evento anual de novidades da Apple, colocou em perspectiva a espera por um anúncio, em especial, um headset de realidade mista. No entanto, a novidade não veio. Para analistas e até fãs da marca, o anúncio era dado como certo.

O lançamento do device marcaria a entrada da Apple em uma nova categoria, fundamental para o chamado metaverso. Tal dispositivo colocaria a Apple em concorrência direta no segmento com a Meta, que divulgou planos para um headset de realidade mista chamado Cambria, a ser lançado neste ano. No dia 21 de maio, a Bloomberg publicou uma reportagem garantindo que uma versão do equipamento já havia sido apresentada aos executivos da empresa, dentre eles, o presidente Tim Cook.

Leia mais: Apple avança no setor automotivo com novo sistema CarPlay, lança MacBook com chip M2

Vários detalhes sobre o item chegaram a ser divulgadas. O fato de ele suportar 14 câmeras, funcionar sem o iPhone. O equipamento ainda poderia desenvolver avatares realistas e custaria em torno de R$ 13 mil passando a ser comercializado em 2023. Os rumores foram tantos que o designer Antonio De Rosa chegou a desenvolver um modelo conceito do headset e o batizou de Apple View. Ele se inspirou em rumores publicados pelo site The Information.


Conteúdo publicitário