4 artistas da música brasileira que já criaram seus próprios NFTs

Gilberto Gil é o mais recente músico a lançar sua coleção, neste caso, em comemoração ao aniversário de 80 anos; veja outros nomes

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:
Reprodução

A primeira coleção de NFTS de Gil tem 200 unidades

Acessibilidade


O cantor Gilberto Gil, que completou 80 anos no último domingo (26), é o mais novo artista brasileiro a entrar para o mundo dos NFTs. Durante o NFT Rio, esta semana, evento dedicado à economia dos tokens, o músico anunciou o lançamento de uma coleção virtual que comemora seus 80 anos: o Gil Futurível. O primeiro NFT desta coleção será inspirado em uma composição de Gil do ano de 1969 cujo token foi produzido a partir de um escâner do corpo do cantor em 3D. No total, serão 200 cópias sendo 50 destinadas a venda e outras 150 para doação.

Leia mais: Nando Reis lança carteira digital com NFTs e programa de recompensas

Também nesta semana, a cantora Pitty anunciou seu primeiro NFT colecionável, o Tempo de Brincar, lançado na sexta-feira (1). O projeto traz uma coleção de memórias da artista que remetem a 2010 e relembrar o show histórico realizado no Circo Voador. No total, Pitty comercializará 4,3 mil unidades de nove NFTS relacionados a 23 mil mídias exclusivas da artista, o que inclui foto, vídeo e áudio.

Na semana passada, o cantor Nando Reis lançou uma carteira digital dando acesso aos fãs a conteúdos exclusivos, presentes, colecionáveis, interações e outras possibilidades. O projeto A Carteira é uma parceria entre o Selo Relicário e a Abrakazum Entretenimento que pretende transformar a maneira como as pessoas consomem arte e inclui um programa de recompensas tokenizado onde os fãs podem ganhar “Nandos” através de atividades como curtir uma música do Nando em aplicativos de streaming e receber como recompensa ingressos VIP para um show do músico.

Leia mais: Como Milton Nascimento transformou um desenho de infância em NFTs

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em maio, quando anunciou sua turnê de despedida, Milton Nascimento também lançou uma coleção de NFTs com benefícios e experiências ligados aos fãs. Batizada com o nome da turnê, a coleção de tokens não fungíveis funciona como uma espécie de Ticket Pass que permite aos adquirentes experiências, além de ser colecionável. No total, foram comercializados 400 NFTs.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: