Burger King começa a testar modelo autônomo de lojas em São Paulo

As unidades seguem dinâmicas parecidas de estabelecimentos 100% digitais como a Amazon Go, nos Estados Unidos, e serão testadas em Barueri e Ribeirão Preto

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:
Reprodução

O atendimento das novas lojas é totalmente via totens

Acessibilidade


Assim como faz a Amazon Go, nos Estados Unidos, e o Carrefour, no Brasil, o Burger King começa a testar, em São Paulo, as lojas autônomas ou 100% digitais no atendimento transacional. A empresa está inaugurando uma unidade em Barueri e outra em Ribeirão Preto. Nelas, os pedidos e pagamentos são feitos via totens de autoatendimento, além do aplicativo e do delivery.

Outra funcionalidade que, segundo a empresa se propõe a agilizar o processo, indo ao encontro da transformação tecnológica que a companhia vem passando, é a opção de pagamento antecipado “BK Express”. Chamada também de “pedido antecipado”, o recurso permite ao cliente decidir o que pedir e como pagar, personalizando seu pedido antes mesmo de chegar ao local, precisando apenas retirar sua compra – o crescimento anual da funcionalidade é de 200%.

Leia mais: Burger King anuncia Ariel Grunkraut como novo CEO

“Os novos restaurantes do Burger King estão em linha com a estratégia de expansão da companhia no mercado brasileiro. Acreditamos que, a partir dessa inauguração, podemos oferecer aos clientes mais uma oportunidade para quem deseja consumir nossos produtos, além de conseguir movimentar a economia local com geração de novos empregos”, comenta Fabio Alves, Vice-Presidente de Desenvolvimento da BK Brasil, máster franqueada do Burger King e Popeyes no País.

O Burger King Brasil vive uma fase de transição de gestão. Em maio, a empresa anunciou a promoção de Ariel Grunkraut a CEO. Ele é um dos sete sócios-fundadores que criaram a companhia em 2011 e esteve à frente da área de marketing desde então. Grunkraut esteve entre os dez melhores CMOs do Brasil eleitos pela Forbes em 2020. Ele sucede Iuri Miranda, que participará da transição de presidência até o fim de 2022.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Miranda deixa uma receita bruta total das marcas Burger King e Popeyes de R$ 4 bilhões e cerca de 15 mil colaboradores diretos. O executivo será convidado pelo Conselho de Administração a integrar o board de acionistas para o biênio de 2023 a 2025.

 

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: