Veja quais são as principais ameaças cibernéticas para os gamers

Levantamento da Kantar IBOPE Media mostra que o Brasil é o sexto pais com a maior média diária de pessoas conectadas jogando

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:
Getty Images

A Kantar IBOPE Media aponta que o Brasil é o sexto país com a maior média diária de tempo de jogo entre os gamers do mundo

Acessibilidade


O Brasil é o 6º país com a maior média diária de tempo de jogo aponta uma pesquisa realizada pela NordVPN que mostra o período que os jogadores brasileiros ficam nos games. Das 91 horas semanais conectadas aferidas pela NordVPN, por quase 4h (3h53) os brasileiros estão online jogando games em rede, como o Fortnite, por exemplo.

Já a Kantar IBOPE Media aponta que o Brasil é o sexto país com a maior média diária de tempo de jogo entre gamers do mundo. O Data Stories, publicação mensal da empresa que realizou a pesquisa, ainda mostra que o Brasil ocupa a 15ª posição no ranking mundial de gamers, reforçando os dados levantados pela NordVPN.

Leia mais: O que faz do Brasil um mercado estratégico para os games?

Essa ‘hiperconectividade’ acontece graças a difusão da tecnologia no país: mais de 81% da população tem acesso à internet, conforme aponta a pesquisa TIC Domicílios, realizada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic).

Ao passar tanto tempo online jogando, isso abre oportunidades para ameaças virtuais, como tentar descobrir seu login e senha e invadir suas redes sociais, utilizar seus dados e vende-los na dark web ou ainda como meios de pagamento em outras plataformas. Daniel Markuson, especialista em cibersegurança privacidade digital da NordVPN, comenta 4 formas que os hackers utilizam para invadir as contas.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Seja em jogos gratuitos como pagos, as ameaças existem e são os próprios jogadores que muitas vezes deixam as portas abertas para as ameaças, mas é possível minimizá-las e conseguir se divertir sem abrir mão da segurança”, destaca Daniel.

Quais as principais ameaças?

Senhas fracas
“Para completar um ataque, o hacker precisa apenas do seu nome de usuário ou endereço de e-mail. Eles então usarão um bot que tentará todas as senhas em seu banco de dados até que tenham sucesso ou até que passem por toda a lista sem sorte.”

Violações de dados e vazamentos
“São outra mina de ouro de senha para hackers. Infelizmente, não há muito o que fazer para se proteger, pois isso depende da segurança cibernética da empresa que armazena seus dados. Se eles mantiverem suas senhas não criptografadas, é muito provável que acabem na dark web e nas mãos de um hacker.”

Leia mais: Quem é Fernando Mazza, líder da Tencent no Brasil?

Preenchimento de credenciais
“Se você reutilizar senhas em várias contas, também poderá ficar vulnerável a ataques de preenchimento de credenciais. Se seus detalhes de login vazaram anteriormente ou um hacker violou qualquer outra conta sua, eles provavelmente tentarão reutilizar os mesmos detalhes de login em outras plataformas. Se você usou a mesma senha para sua conta de jogo e seu banco online, pode estar com grandes problemas.”

Script entre sites
“O cross-site scripting é outro tipo de ataque amplamente utilizado por hackers para roubar seus detalhes de login. Alguns servidores de sites não reconfirmam a autenticação sempre que trocam informações. Os hackers usam essa vulnerabilidade para injetar scripts na interface do usuário do site, que podem ser usados para roubar as informações inseridas nesse site.”

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: