Elon Musk diz que Neuralink pode reduzir o risco da IA, mas como isso é possível?

A empresa de interface cérebro-máquina do bilionário, segundo ele mesmo, pode ajudar a reduzir os problemas com a inteligência artificial na medida que as companhias aprimoram o teste humano

Getty Images

Em uma entrevista ao podcast “The Joe Rogan Experience”, Musk disse que a Neuralink está desenvolvendo um implante cerebral que pode permitir que os humanos se comuniquem com computadores de forma mais natural

Acessibilidade

Elon Musk disse que sua empresa de interface cérebro-máquina, Neuralink, pode ajudar a mitigar o risco da inteligência artificial (IA) à medida que se prepara para os primeiros testes em humanos.
Em uma entrevista ao podcast “The Joe Rogan Experience”, Musk disse que a Neuralink está desenvolvendo um implante cerebral que pode permitir que os humanos se comuniquem com computadores de forma mais natural. Ele disse que essa tecnologia poderia ser usada para ajudar pessoas com deficiências físicas, mas também poderia ser aplicada para melhorar o desempenho humano.

Leia também

“Acho que a IA é uma ameaça real”, disse Musk. “Mas acho que a Neuralink pode ser uma parte da solução.” Musk disse que a Neuralink está trabalhando em um implante cerebral que é pequeno e fácil de implantar. Ele disse que o implante também é seguro e não causa danos ao cérebro. A Neuralink ainda está em seus estágios iniciais de desenvolvimento, mas Musk disse que a empresa está planejando iniciar os primeiros testes em humanos ainda este ano. “Estamos muito animados com o potencial da Neuralink”, disse Musk. “Acreditamos que essa tecnologia pode mudar o mundo.”