China volta forte às compras e leva mais 1,36 milhão de toneladas de milho dos EUA, diz Usda

O negócio foi anunciado após os contratos futuros do milho negociados em Chicago terem caído mais de 5% ontem (13).

Redação
Compartilhe esta publicação:
Jim Young/Reuters
Jim Young/Reuters

O volume iguala compra de milho registrada no início de maio, que havia sido a maior desde janeiro, quando um acordo de 2,1 milhões de toneladas foi revelado

Acessibilidade


Chineses compraram 1,36 milhão de toneladas de milho dos Estados Unidos para entrega em 2021/22, em uma nova grande aquisição do cereal norte-americano pelo país asiático, informou hoje (14) o Usda (Departamento de Agricultura).

O volume iguala compra registrada no início de maio, que havia sido a maior desde janeiro, quando um acordo de 2,1 milhões de toneladas foi revelado.

LEIA MAIS: China eleva previsão de importação de milho em 2020/21 a 22 milhões de toneladas

Ao longo de maio, o Usda tem relatado grandes compras de milho dos EUA pela China. Ontem (13), foram 680 mil toneladas, volume igual a um negócio anunciado na terça-feira (11). Na segunda-feira (10), o governo norte-americano relatou pouco mais de 1 milhão de toneladas de milho comprado pela China.

O negócio de hoje foi anunciado após os contratos futuros do milho negociados em Chicago terem caído mais de 5% ontem, pressionados por realizações de lucros, após máximas de mais de oito anos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O milho comprado pelos chineses é para ser embarcado durante a campanha de comercialização que começa em setembro. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: