Governo espera leilão da Ferrogrão no 2º semestre, diz ministro

O projeto ainda espera a autorização do Tribunal de Contas da União

Redação
Compartilhe esta publicação:
Adriano Machado/Reuters
Adriano Machado/Reuters

O ministro da infraestrutura, Tarcísio de Freitas, falou hoje (2) sobre o leilão para a construção da Ferrogrão, ferrovia que interligará Mato Grosso ao Pará

Acessibilidade


O ministro da infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou hoje (2) que o leilão para a construção da Ferrogrão, ferrovia que interligará Mato Grosso ao Pará, deve ocorrer no segundo semestre, embora ainda precise de autorização do TCU (Tribunal de Contas da União).

“Eu não sei quantos grupos vão entrar (no leilão da Ferrogrão), mas o fato é que há um interesse muito grande”, disse o ministro, citando empresas como Hidrovias do Brasil e VLI como interessados. Freitas participou de evento promovido pela ACIE (Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil).

LEIA MAIS: Hidrovias do Brasil e VLI formam parceria para avaliar Ferrogrão e buscar investidor

“Temos falado com grandes fundos de investimentos preocupados inclusive com a temática da segurança alimentar”, acrescentou.

A ferrovia terá uma extensão de quase mil quilômetros e o projeto tem enfrentado muitas objeções, incluindo ambientais.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O projeto do leilão da Ferrogrão foi enviado ao TCU em meados do ano passado e, segundo Freitas, agora o empreendimento está em fase de certificação de critérios ambientais por parte de consultoria internacional.

“Essa questão (ambiental) já está muito arredondada e muito madura (no TCU). Vamos ter autorização para fazer o leilão“.

O ministro também estimou para até o meio do segundo semestre o leilão de nova concessão da rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro. A concessão atual, com a CCR, venceu em fevereiro e foi prorrogada por um ano para dar tempo para realizar o leilão, que o governo inicialmente que esperava para o início deste ano.

“Deve ser leiloado agora no início, no meio do segundo semestre“, disse Freitas. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: