AgroRound: Agrotools fecha parceria com Excelsior para modernizar o seguro rural no Brasil

Sediada em São Paulo, a Agrotools, empresa de soluções digitais para mitigação de risco do agronegócio, fechou parceria com a seguradora Excelsior, uma das mais tradicionais do Nordeste. 

Através da ferramenta Insurance, solução da Agrotools para facilitar a compreensão das análises de riscos no agro com dados confiáveis, a seguradora quer dar mais um passo na prestação de seguros.

LEIA TAMBÉM: 10 melhores tequilas do mundo segundo especialistas brasileiros

 “Os seguros rurais são complexos e com diversas variáveis. Com a solução da Agrotools, podemos contar com informações mais precisas, atualizadas e confiáveis. Assim conseguimos diminuir o tempo de análise de possíveis assegurados e expandir nossos seguros em regiões que antes não tínhamos informações suficientes para oferecer os nossos serviços”, afirma Alexandro Gama, subscritor agrícola da Excelsior.

Atualmente, segundo levantamento da Susep (Superintendência de Seguros Privados), um dos fatores que explica a baixa adesão de áreas asseguradas é a falta de informação sobre as condições de cultivo, principalmente no Norte e Nordeste do país.  “O Insurance permite que mais produtores tenham a sua produção assegurada, mitigando riscos para as seguradoras e os seus segurados. A nossa parceria com a Excelsior é exemplo dessa atuação”, explica Amanda Bennicasa, head do time comercial da Agrotools.

Confira outras notícias do Agro:

Equipamento portátil pode ajudar a combater agrotóxicos ilegais no Brasil

Com o projeto Sitrar (Sistema de Triagem Rápida de Agrotóxicos e Resíduos), os affas (auditores fiscais federais agropecuários) ganharão acesso a uma tecnologia que deve acelerar o combate a agrotóxicos ilegais no Brasil.

Inédito no Brasil, o equipamento portátil realiza a detecção das substâncias ilegais por meio de espectroscopia no infravermelho. Seu uso deve ser testado em operações do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) a partir de setembro, permitindo a autuação imediata de infratores através da análise preliminar rápida de uma amostra de agrotóxico com origem suspeita.

“A tecnologia também será aprimorada para detectar resíduos de agrotóxicos em vegetais provenientes de deriva pelo mal uso em pulverizações por via terrestre ou aérea, permitindo a comprovação material da irregularidade e o dimensionamento dos impactos decorrentes da infração e de eventuais crimes cometidos”, explica o engenheiro agrônomo, Marcelo Bressan, responsável pelo projeto Sitrar.

Adama investe R$ 1 milhão em ações de sustentabilidade no campo

A israelense Adama, manufatureira e distribuidora de produtos agroquímicos, lançou a plataforma C.u.i.d.a. (Circuito sobre Uso Inteligente de Defensivos Agrícolas) para fomentar práticas agrícolas mais seguras e sustentáveis no Brasil.

Trabalhando com os pilares econômico, social e ambiental, o programa realizará iniciativas direcionadas à lavouras, pessoas e o cuidado com o solo. Em 2021, a empresa espera destinar R$ 1 milhão para o projeto, quantia 25% superior ao investimento realizado na safra 2019/2020

“O Adama C.u.i.d.a. é uma plataforma que promove ações de difusão e boas práticas no campo, visando a sustentabilidade econômica, ambiental e social dos agricultores. Neste ano daremos continuidade às interações com o produtor rural, fortalecendo sua capacitação de forma exclusiva e personalizada”, explica Marcelo Gimenes, gerente de Desenvolvimento de Mercado da Adama.  “É importante lembrar que uma lavoura rentável requer o manejo fitossanitário adequado, maximizando os benefícios e mitigando os riscos das aplicações.”

Pirarucu de Mamiraua conquista Indicação Geográfica

O estado do Amazonas ganhou uma nova IG (Indicação Geográfica) para um de seus produtos únicos, o Pirarucu de Mamiraua. O título que reconhece as qualidades únicas deste peixe exclusivo da região promete potencializar sua comercialização e incentivar a economia de comunidades ribeirinhas.

A região produtora reconhecida pela IG engloba nove municípios do estado. “A IG do Pirarucu é um marco histórico que a gente alcançou. O nosso produto é sustentável e preserva o meio ambiente. Esse selo irá nos ajudar na comercialização do peixe e na conquista de melhores preços”, afirma Pedro Canizo, presidente da Femapam (Federação dos Manejadores de Pirarucu da Região de Mamirauá).

A conquista tem uma forte contribuição do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), que desde 2014 estuda a possibilidade de registrar o peixe como IG. “O projeto surgiu de um diagnóstico realizado pelo Sebrae e durante todo o processo a instituição apoiou e ajudou o nosso produto a ganhar visibilidade e conquistar esse selo”, ressalta Canizo.

Exportação de frango a países da Liga Árabe já rendeu US$ 1 bilhão

Divulgação

A Câmara de Comércio Árabe-Brasileira anunciou que a venda de frango brasileiro aos países da Liga Árabe aumentou 7,56% no primeiro semestre deste ano, gerando uma receita de US$ 1 bilhão. Os dados tem como base a Secex (Secretaria de Comércio Exterior) do Brasil.

O aumento nas vendas ocorre em um momento de recuperação econômica dos países árabes, em especial nas nações do Golfo, onde a vacinação está mais avançada. “Como reflexo do aquecimento econômico, estamos vendo, por exemplo, um esboço de retomada no turismo de escala em Dubai, Abu Dhabi e Doha, no turismo religioso na Arábia Saudita, e na movimentação de pessoas em função da Expo 2020, mantida para o segundo semestre em Dubai”, afirma Tamer Mansour, secretário-geral da Câmara Árabe. “Todos esses fatores vêm puxando a demanda por alimento.” As vendas também cresceram na Arábia Saudita, mesmo após 11 frigoríficos serem desabilitados.

Agrosmart firma acordo com o IICA para o desenvolvimento rural

Criada em Campinas (SP), a plataforma digital Agrosmart se tornou a primeira agtech a firmar um acordo com o IICA (Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura), com sede na Costa Rica, em favor do desenvolvimento rural sustentável. A agtech assinou o acordo com duração de três anos e o objetivo é facilitar o acesso à soluções digitais no campo. 

“Esse acordo vai nos permitir estimular muitas ações com o setor público. Temos um conhecimento vasto e prático na aplicação de ferramentas digitais para promover uma agricultura mais sustentável”, afirma Guilherme Raucci, Diretor de Impacto da Agrosmart. 

O pacto vai permitir a viabilização de políticas públicas e o engajamento dos diferentes atores do setor agro, por meio do desenvolvimento de assistência técnica e da oferta de cursos, treinamentos, orientações, conferências e workshops. 

CTC anuncia pagamento de R$ 25,7 milhões em dividendos

O CTC (Centro de Tecnologia Canavieira), sediado em Piracicaba (SP), empresa de pesquisa mantida por usinas de cana-de-açúcar e empresas do setor, informou que realizará a distribuição de R$ 25,7 milhões de dividendos aos acionistas, valor que corresponde a R$ 0,0803 por ação. 

Com o exercício social encerrado em 31 de março, terão direito aos dividendos os acionistas com posição acionária da companhia em 21 de julho de 2021, data da aprovação do pagamento, que será efetuado em parcela única no próximo dia 30 de agosto. A empresa de biotecnologia tem um dos maiores bancos de germoplasma de cana-de-açúcar do mundo, com aproximadamente 5 mil variedades.

Bayer começa a substituir caminhões tradicionais por modelos sustentáveis

A Bayer, multinacional alemã que atua nas áreas de saúde e nutrição, anunciou no Brasil um projeto de substituição gradativa do transporte a diesel da companhia por veículos elétricos, movidos a GNV (gás natural veicular) e/ou biometano e transporte ferroviário.

Iniciado em abril de 2021, o projeto chamado de “Ecorota de ponta a ponta – Fase 1″  começou com a adoção de transporte ferroviário entre Sumaré (SP) e Rondonópolis (MT). Agora, na última quinta-feira (22), a Bayer realizou sua primeira entrega de um produto por meio de um caminhão elétrico.

“Trata-se de uma iniciativa pioneira. Estamos dando, em colaboração com os nossos fornecedores e parceiros, o primeiro passo do que será uma longa jornada de inovação ecológica no agronegócio brasileiro”, diz Schirley Wirtti, líder de cadeia de fornecimento da Bayer Brasil. 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).