China relata surto de peste suína africana na ilha de Hainan

O surto em uma fazenda de 1.063 animais começou em 23 de outubro.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Ryan Woo/Reuters
Ryan Woo/Reuters

Doença relatada na China, a peste suína africana é inofensiva para os humanos, mas pode ser fatal para os porcos

Acessibilidade


A China relatou um foco de PSA (peste suína africana) em uma fazenda de porcos na província insular de Hainan, no sul do país asiático, informou hoje (9) a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE, na sigla em inglês) com sede em Paris.

O surto em uma fazenda de 1.063 animais começou em 23 de outubro e foi confirmado em 31 de outubro, disse a organização, citando um relatório das autoridades chinesas.

LEIA TAMBÉM: Bayer Crop Science global terá o brasileiro Rodrigo Santos na presidência

A peste suína africana é inofensiva para os humanos, mas frequentemente fatal para os porcos. Depois de chegar à China em agosto de 2018, o vírus exterminou 50% do rebanho do país em um ano. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: