Minerva Foods vai fazer parte da carteira 2022 do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3

Companhia é a única do setor de carne bovina a compor o índice pelo segundo ano consecutivo, com início da vigência a partir do dia 3 de janeiro.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Fabiano-Marques-Dourado-Bastos_Embrapa
Fabiano-Marques-Dourado-Bastos_Embrapa

Inserção no ISE acontece pelo segundo ano consecutivo e analisa compromissos com práticas sociais, ambientais e de governança

Acessibilidade


A Minerva Foods, uma das maiores empresas na produção e comercialização de carne in natura, informou hoje (29) que irá integrar a carteira 2021/2022 do índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 (ISE). A inserção no ISE acontece pelo segundo ano consecutivo. De acordo com a companhia, isso reflete o compromisso com práticas sociais, ambientais e de governança.

A nova carteira vigorará de 3 de janeiro a 30 de dezembro de 2022 e reúne 46 empresas de 27 setores diferentes. O ISE foi criado em 2005 e é uma ferramenta para análise comparativa da performance das empresas listadas na B3 sob o aspecto da sustentabilidade corporativa, baseada em eficiência econômica, equilíbrio ambiental, justiça social e governança corporativa. A empresa possui 25 unidades de abate e desossa, 16 escritórios internacionais, 14 centros de distribuição e três plantas de processamento.

LEIA TAMBÉM: Projeções para pecuária em 2022: o que esperar?

Em 2021, a Minerva Food anunciou o compromisso de ser carbono neutro, com emissões líquidas zero até 2035, 15 anos antes do previsto no Acordo de Paris, e de reduzir em 30% a intensidade das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) nos escopos 1 e 2 até 2030. Como parte da estratégia, a empresa passou a transferir aos produtores rurais a mesma tecnologia geoespacial que utiliza para o monitoramento de seus fornecedores, por meio do aplicativo SMGeo Prospec, desenvolvido pela Niceplanet Geotecnologia.

A empresa anunciou, também, em conjunto com o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), a participação do seu programa Renove no Carbon on Track, um programa para medição do balanço de carbono em fazendas e incentivo a práticas de produção que reduzem as emissões de gases de efeito estufa.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Outra ação se deu por meio da MyCarbon, subsidiária voltada ao desenvolvimento e comercialização de crédito de carbono. A Minerva Foods realizou seu primeiro contrato para a redução certificada de emissões de gases de efeito estufa. Cada unidade de carbono negociada corresponde a uma tonelada de CO2 que deixou de ser emitida na atmosfera, o que torna a comercialização uma forma efetiva de reduzir as emissões de gases de efeito estufa no planeta.

Compartilhe esta publicação: