China venderá 500 mil toneladas de soja importada de suas reservas na próxima semana

A venda ocorre após um leilão nesta semana da mesma quantidade de soja das reservas, e tem como objetivo aliviar a oferta apertada no mercado doméstico.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Reuters
Reuters

Soja importada pela China na província de Jiangsu

Acessibilidade


A China venderá 50 mil toneladas de soja importada de suas reservas estatais em 15 de abril, disse hoje (8) o Centro Nacional de Comércio de Grãos em aviso publicado em seu site.

A venda ocorre após um leilão nesta semana da mesma quantidade de soja das reservas, e tem como objetivo aliviar a oferta apertada no mercado doméstico.

A China começou a liberar a oleaginosa importada das reservas em meados de março, conforme as importações da oleaginosa diminuíam depois que o mau tempo atrasou as exportações da América do Sul. Os preços do farelo de soja subiram devido à escassez de suprimentos.

VEJA TAMBÉM: China aumenta importações de soja no 1º bimestre

No entanto, as chegadas da oleaginosa aumentaram nas últimas semanas, aliviando o aperto e motivando uma queda dos preços do farelo de soja.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“A taxa de venda continua caindo porque o timing dos leilões não é tão bom”, disse Zou Honglin, analista da seção de agricultura da Mysteel, uma consultoria de commodities com sede na China.

Compartilhe esta publicação: