Mercado global de café caminha para déficit de 3,1 milhões de sacas em 2021/22

Exportações globais do grão verde em fevereiro totalizaram 9,88 milhões de sacas,.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Wenderson Araujo_Trilux
Wenderson Araujo_Trilux

Mercado global de café terá déficit após colheita menor do Brasil, o maior produtor mundial do grão

Acessibilidade


O mercado global de café registrará um déficit de 3,1 milhões de sacas na safra 2021/22 (outubro-setembro), já que o Brasil, maior produtor do grão, colheu uma safra menor em 2021, disse a OIC (Organização Internacional do Café) em seu relatório mensal.

O órgão intergovernamental alertou, no entanto, que o saldo do mercado pode mudar acentuadamente devido a uma potencial desaceleração da economia mundial, aumento dos custos de produção e redução do consumo e das importações devido ao conflito Rússia-Ucrânia.

LEIA TAMBÉM: Exportação de soja do Brasil deve cair 29% em abril ante recorde de 2021, diz Anec

A OIC estimou a produção global de café em 2021/22 em 167,2 milhões de sacas de 60 kg, uma queda de 2,1% em relação ao ano anterior, e o consumo em 170,3 milhões de sacas, aumento anual de 3,3%.

A organização ainda disse que as exportações globais do grão verde em fevereiro totalizaram 9,88 milhões de sacas, abaixo dos 10,24 milhões do ano anterior.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os embarques atingiram 47,18 milhões de sacas nos primeiros cinco meses do ciclo cafeeiro, uma queda de 3% em relação ao ano anterior.

O Brasil continua enfrentando problemas com a disponibilidade de contêineres para o transporte do produto, embora a situação tenha melhorado nas últimas semanas, disse a OIC.

Compartilhe esta publicação: