Solinftec recebe investimento de R$ 53,7 milhões para a agricultura sustentável

Ferramentas de precisão da empresa brasileira serão utilizadas em países como EUA e Canadá

Redação
Compartilhe esta publicação:
Divulgação/Solinftec
Divulgação/Solinftec

Com novo investimento de US$ 10 milhões, a Solinftec quer impulsionar a a agricultura sustentável em países como Brasil, EUA, Canadá e outros

Acessibilidade


A Solinftec anunciou hoje (11) que recebeu US$ 10 milhões (R$ 53,7 milhões na cotação de hoje), fruto de uma rodada de investimento dos fundos Blue like an Orange Sustainable Capital, Lightsmith Group e a Unbox Capital. Com operações nos Estados Unidos e na América Latina, a empresa de Araçatuba (SP) cria ferramentas tecnológicas para a agricultura de precisão e monitora cerca de 11 milhões de hectares por meio de sua plataforma de inteligência artificial, a Alice.

O novo investimento faz parte de uma rodada em que a empresa levantou US$ 60 milhões (R$ 322,2 milhões) para desenvolver e expandir a Solix AG Robotics, plataforma de robótica lançada pela empresa no Brasil em abril de 2022. A tecnologia, utilizada por meio de um robô autônomo de monitoramento das propriedades rurais, já está sendo testada nos Estados Unidos e Canadá, em uma parceria com as empresas Grownmark  e Stone Farms, além das universidades de Purdue e Saskatchewan.

Leia mais: Adeste mira flexitarianos para criar foodtech de plant based

“Acreditamos estar vivendo um novo marco histórico na agricultura com a adoção da robótica nos campos”, diz Britaldo Hernandez, CEO da Solinftec. “A Blue like an Orange participa deste momento revolucionário ao aderir ao nosso propósito de aumentar a produção de alimentos e mitigar o impacto ambiental e social transformando o manejo agrícola atual numa prática sustentável.”.

Cristina Penteado, diretora executiva do Blue like an Orange Sustainable Capital no Brasil, afirma que o fundo está entusiasmado com a parceria. “A agricultura sustentável é crítica para enfrentar as mudanças climáticas e garantir a segurança alimentar, uma prioridade em nosso programa de investimentos.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A produção agrícola global precisa aumentar em 60% até 2050 para atender a demanda de uma população mundial estimada em nove bilhões, segundo levantamento da FAO (Organização para a Alimentação e Agricultura). Neste cenário, soluções de precisão e monitoramento criadas por agtechs de todo o mundo podem fazer a diferença na garantia do acesso de alimentos à todos.

Com suas ferramentas que dão aos agricultores informações um pouco mais precisas sobre plantio, pulverização, fertilização e colheita para aumentar a produtividade e redução de custos, a Solinftec estima que seus clientes conseguem um aumento de até 30% na produtividade e eficiência. A empresa possui hoje cerca de 800 colaboradores globalmente, com 330 pessoas apenas na área de P&D (pesquisa e desenvolvimento).

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: