Mosaic e CF Industries esperam que oferta global de fertilizantes siga apertada

Demanda por este tipo de suprimento no primeiro semestre de 2022 caiu cerca de 10%

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Adriano Machado/Reuters
Adriano Machado/Reuters

Agricultor mostra fertilizante antes de aplicação

Acessibilidade


A CF Industries Holdings e a Mosaic disseram hoje (2) que esperam que a oferta restrita de fertilizantes persista, já que a guerra na Ucrânia, considerada o “celeiro do Mar Negro”, interrompeu o fornecimento de safras e agravou o cenário de preços dos alimentos.

A Mosaic observou que as colheitas globais estão apertadas devido à guerra na Ucrânia, a altas temperaturas na Europa e nos Estados Unidos e a sinais de seca no sul do Brasil.

Leia mais: Congresso da Abag propõe um agro mais conectado e integrado

“Cada uma dessas questões por si só pode ter um efeito material na produção agrícola global. Mas juntos, o risco para a segurança alimentar é significativo”, disse o presidente-executivo da Mosaic, James O’Rourke, em uma teleconferência para comentar os resultados da companhia.

Os preços de nutrientes essenciais para o plantio, como potássio, fosfatos e nitrogênio, subiram após as sanções ocidentais à Rússia e à Belarus, duas das maiores potências de fertilizantes do mundo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os suprimentos de fertilizantes da Rússia, exceto amônia, voltaram a níveis quase normais, disse Bert Frost, executivo da CF Industries.

Os comentários de Frost ecoam os de Rourke, que disse que o potássio russo está chegando ao mercado, com entregas especialmente ao Brasil, Índia e à América Central.

No entanto, o potássio de Belarus teve muito pouco retorno, disse Rourke, acrescentando que a Mosaic ainda espera um déficit de cerca de 8 milhões de toneladas este ano.

O CEO da CF Industries, Tony Will, disse que o mercado global de gás natural liquefeito permanecerá apertado nos próximos anos, à medida que a Europa e a Ásia competem por cargas escassas, mantendo os preços altos nessas regiões.

O gás natural é usado como matéria-prima para a produção de amônia, necessária para fertilizantes nitrogenados. Não há amônia suficiente, então a demanda precisará diminuir temporariamente, disse Will.

A Mosaic afirmou que a demanda global por fertilizantes no primeiro semestre de 2022 caiu cerca de 10% em relação ao mesmo período do ano passado, pois os altos preços forçaram os agricultores a racionar seus suprimentos.

As ações da Mosaic e da CF reverteram as perdas da manhã e subiram cerca de 4% e 5%, respectivamente, nas negociações de mercado do intradia.

Compartilhe esta publicação: