Apresentado por       

UE e Bill Gates vão investir US$ 1 bilhão em tecnologias de baixo carbono

O apoio terá como alvo o hidrogênio produzido a partir de energia renovável e combustíveis de aviação sustentáveis.

Redação
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:
Yuri Gripas/Reuters
Yuri Gripas/Reuters

Bill Gates está dedicado a conscientizar as pessoas sobre as mudanças climáticas

Acessibilidade


A UE (União Europeia) e um programa de investimento em energia fundado por Bill Gates planejam levantar até US$ 1 bilhão para lançar as tecnologias de baixo carbono no quais a Europa está apostando para cumprir suas metas de mudança climática, disse hoje (2) a Comissão Europeia.

A parceria faria a Breakthrough Energy, fundada por Gates, usar capital privado e fundos filantrópicos para igualar o financiamento fornecido pela UE. O objetivo é levantar juntos o equivalente a US$ 1 bilhão de 2022 a 2026.

LEIA MAIS: Como Bill Gates quer resolver o problema das mudanças climáticas

O apoio terá como alvo o hidrogênio produzido a partir de energia renovável, combustíveis de aviação sustentáveis, tecnologia para sugar CO2 da atmosfera e armazenamento de energia de longa duração, disse a Comissão.

Essas tecnologias são vistas como críticas para reduzir as emissões de grupos como a indústria pesada e a aviação, mas caras demais para serem ampliadas sem suporte e competir com alternativas mais baratas de combustíveis fósseis.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“A descarbonização da economia global é a maior oportunidade de inovação já vista no mundo”, disse Gates em um comunicado, acrescentando que a Europa terá um papel “crítico” graças à sua ambição climática e liderança em ciência e tecnologia.

“O mundo não pode esperar que as tecnologias se desenvolvam por conta própria”, disse a Comissão. A UE prometeu eliminar as suas emissões líquidas de gases com efeito de estufa até 2050.

Os investimentos se concentrarão em projetos de larga escala para reduzir o custo das tecnologias e incluirão subvenções e outros instrumentos financeiros. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: