Apresentado por       

Atleta paralímpica chilena ganha sua própria Barbie

A boneca faz parte da linha de produção “Sheroes” da empresa, criada em 2015 para reconhecer figuras femininas exemplares.

Redação
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:
Francisca Mardones/Instagram
Francisca Mardones/Instagram

Aos 43, Francisca foi a porta-bandeira da delegação chilena nas Paralimpíadas de Tóquio 2020

Acessibilidade


A atleta paralímpica chilena Francisca Mardones, que bateu o recorde mundial de lançamento de peso em 2019, será a nova Barbie criada pela empresa norte-americana de brinquedos Mattel, parte do objetivo da companhia de diversificar a sua linha de produção da famosa boneca.

Aos 43 anos, Francisca foi a porta-bandeira da delegação chilena nas Paralimpíadas de Tóquio 2020. Ela tem representado seu país em tênis em cadeira de rodas e, mais recentemente, lançamento de peso, disco e dardo.

LEIA MAIS: Mattel lança Barbie inspirada em cientista brasileira

Francisa cultivava a ambição de ser uma atleta olímpica desde criança, mas sofreu danos na coluna após um deslizamento de terra durante um furacão que atingiu a ilha de Porto Rico, onde trabalhava em 1999.

Ela disse que espera que a sua Barbie deixe claro para as crianças que a deficiência não deve ficar no caminho dos seus objetivos. “É um reconhecimento por todos os anos de sacrifício pelo esporte”, destacou.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“No fim do dia, o que a Mattel quer destacar não é minha deficiência, mas meus feitos esportivos, e isso significa muito.”

A boneca faz parte da linha de produção “Sheroes” da empresa, criada em 2015 para reconhecer figuras femininas exemplares. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: