Organizações fazem força-tarefa para arrecadar alimentos para escolas de samba e blocos afros de SP

Divulgação
Divulgação

Preto Zezé é presidente nacional CUFA (Central Única das Favelas), uma das organizadoras da campanha de doações

A CUFA (Central Única das Favelas) se uniu ao movimento Frente Nacional Antirracista para lançar a campanha G.R.E.S. Unidos da CUFA. A iniciativa foi pensada para incentivar a arrecadação de alimentos e itens de higiene para escolas de samba e blocos afro de São Paulo. As doações foram realizadas de 26 a 30 de julho, no Sambódromo do Anhembi, com o apoio da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, União das Escolas de Samba Paulistanas e São Paulo Turismo.

“Mais uma vez, a comunidade do carnaval mostra a sua força, solidariedade e comprometimento com as questões sociais”, diz Adilson José, diretor social da Liga-SP e presidente da Escola de Samba Unidos de Vila Maria. A ação recebeu R$ 40 milhões (mais de 4.0000 toneladas) em alimentos, impactando mais de 90 escolas de samba da capital. As agremiações distribuíram os mantimentos entre seus pares e, em alguns casos, às comunidades do entorno.

LEIA MAIS: Preto Zezé, da CUFA, fala sobre economia digital: “Chegou a hora de sistematizar a inteligência da favela”

Para engajar os fãs e amantes do samba, a ação contou com o apoio dos cantores Zeca Pagodinho e Dudu Nobre. Além dos artistas, a campanha recebeu incentivos da empresa Cab Motors, que doou um carro Jipe Stark para ser leiloado por uma das escolas de samba, com valor revertido em cestas básicas. “Muitas vezes, o samba e o carnaval são feitos por trabalhadores informais que amam a festa, mas também dependem dela, e foram muito prejudicados pela pandemia. Estamos nos mobilizando para dar suporte para um povo que se dedica o ano todo para que possamos festejar”, diz Preto Zezé, presidente nacional CUFA.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).