Palm Springs recebe resort exclusivo de ondas artificiais

Reprodução Forbes
Vista aérea renderizada da lagoa no Thermal Beach Club

Resumo:

  • Resort Thermal Beach Club será construído no vale do Coachella, na Califórnia;
  • Propriedade terá 326 apartamentos, centro recreativo de 1.500 metros quadrados com spa e sala de ginástica, restaurante e piscina com bar;
  • Lagoa para surfe oferecerá ondas de até dois metros e meio de altura.

Construtoras planejam mudar para sempre as maciças terras desertas e secas do sul da Califórnia. É a nova corrida pelo ouro na região. Com inúmeros novos empreendimentos na área, a grande novidade é um residencial de luxo e parque de surfe com 85 mil metros quadrados de lagoa artificial no vale Coachella, localizado a 40 quilômetros a sudeste de Palm Springs, na Califórnia.

A comissão de planejamento do Condado de Riverside aprovou recentemente o projeto do Thermal Beach Club a ser construído em Kohl Ranch, uma propriedade de nove quilômetros quadrados na área de Thermal, no vale Coachella.

VEJA TAMBÉM: Hotel Le Sereno reabre em St. Barth

A família das lojas de departamentos Kohl é proprietária do Kohl Ranch, onde o clube de surfe está em construção. Os planos para a propriedade do Thermal Beach Club incluem 326 apartamentos em 210 lotes residenciais, bangalôs, vilas e propriedades; um centro recreativo de 1.500 metros quadrados com spa e sala de ginástica; uma piscina com bar de 750 metros quadrados; um restaurante de 420 metros quadrados com bar, loja de varejo e cozinha.

Projetado para ser uma comunidade de luxo de ponta com comodidades de resort cinco estrelas, o destaque do Thermal Beach Club será a lagoa de surfe, que incluirá uma tecnologia para simular as ondas do oceano.

Atualmente, a área abriga o Thermal Club, um clube e resort onde donos de carros de corrida se associam e constroem mansões em torno de uma pista de corrida privada.

O novo projeto do Thermal Beach Club, desenvolvido pela WhiteStar Development LLC, utilizará os direitos de água existentes. O empreendimento deve incorporar a tecnologia American Wave Machines PerfectSwell, que também é usada no BSR Surf Resort de oito mil metros quadrados no Texas. A AWM é uma das principais marcas de piscinas de ondas e produz algumas das experiências de surf mais exclusivas do mundo, como em Montreal e Waco, Texas.

E AINDA: Deserto na Califórnia ganha luxuoso resort

Segundo a AWM, “o sistema de controle de matriz em fases PerfectSwell ajusta os padrões e as sequências de disparo da pressão do ar para criar tipos ilimitados de ondas. É possível gerar facilmente dez grandes ondas por minuto — ou uma onda a cada seis segundos. As ondas geradas pelo PerfectSwell medem em média de um a dois metros e meio de altura, com comprimentos limitados apenas ao tamanho da piscina.” O famoso Surf Ranch, da lenda do surfe Kelly Slater, usa um sistema diferente, o SurfStream, que é uma onda permanente interminável feita por bombeamento contínuo da água.

A empresa documenta que as terras vagas alocadas para o projeto incluem direitos de água suficientes para criar um lago de 85 mil metros quadrados e a opção futura de adicionar 283 mil metros quadrados para esportes aquáticos.

As áreas adjacentes ao Coachella também estão em um período de abundância de resorts aquáticos, o que inclui o Palm Springs Surf Club, em construção no local do antigo parque aquático Wet ‘n’ Wild, fora de Gene Autry Trail e apoiado financeiramente por surfistas profissionais.

E, nas proximidades de Palm Desert, recentemente foi aprovado pelo Conselho da Cidade de Palm Desert um resort de surfe de US$ 200 milhões, que inclui uma lagoa de ondas de 22 mil metros quadrados, um hotel e villas residenciais no Desert Willow Golf Resort.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).