10 espumantes para brindar o Ano Novo

gettyimages-AnaSilvaEyeEm
Estourar Champanhe é uma tradição marcante do Ano Novo

Estourar a champanhe é uma das tradições mais esperadas do Ano Novo –ainda que só seja considerado champanhe o espumante produzido na região francesa homônima e nem sempre o brinde é feito com essa variedade. Há bebidas incríveis para todos os gostos, mas é certo que não podem faltar.

Para quem ainda não escolheu o que tomar no Réveillon ou quer ter ideias para adicionar à adega, conversamos com Manoel Beato, sommelier do Fasano, e Tiago Menezes, sommelier do Tangará Jean-Georges, que deram cinco sugestões de espumantes cada um.

LEIA MAIS: Panetones premium: provamos 15 e contamos qual é o melhor

É uma seleção de bebidas nacionais e importadas, com preços variados, e sabor excepcional.

Veja na galeria a seguir, dez espumantes para brindar o Ano Novo:

  • 1. Champagne Savart L’acomplie Premier Cru

    Preço médio: R$ 788

    Elaborado pelo pequeno produtor Savart e importado pela Anima Vinum, tem 80% pinot noir e 20% chardonnay. “Tem grande força, potência e vibração. Os vinhos são fermentados em barris de carvalho antes da segunda fermentação”, diz Manoel Beato.

  • 2. Franciacorta Le Marchesine Extra Brut

    Preço médio: R$ 200

    Este espumante tem chardonnay como uva dominante e um pouco de pinot noir, com frescor e jovialidade. “Mostra simplicidade com primor, e então, é puro prazer, alegria gustativa.
    Vinícola familiar, ano a ano a Le Marchesine evolui sem perder a personalidade”, afirma Beato.

  • 3. Prosecco De Faveri/Fasano

    Preço médio: R$ 198

    Elaborado pela De Faveri para o grupo Fasano, este é um espumante da uva glera, seco mas com certa suavidade. “O prosecco é um dos espumantes mais leves do mundo, um vinho de entretenimento, para aperitivo e festa. Para isso De Faveri, aromático e equilibrado, é nome certo”, diz Beato sobre a bebida italiana.

  • 4. Chandon Excellence Brut

    Preço médio: R$ 149

    A Chandon pertence ao maior conglomerado de marcas de luxo do mundo, a LVMH, e tem espumantes bem elaborados pelo método charmat de longa duração. “Nuances de especiarias, notas de avelã e pão torrado, equilibrado e pontua Tiago Menezes.

  • 5. Crémant Cuvée Emotion Rosé, 2015

    Preço médio: R$ 124

    Espumante elaborado pelo método clássico em Languedoc, sul da França. “Leve, embora com certa consistência e sedutor aroma de tutti-frutti, com frutado e floral evidentes e seco-macio proveniente da mescla das uvas chardonnay, mauzac, chenin blanc e pinot noir”, segundo Beato.

  • 6. Nino Franco Rústico DOCG Brut

    Preço médio: R$ 100

    Uma das vinícolas mais antigas de Valdobibadene e ainda em mãos familiares, a italiana Nino Franco produz espumantes altamente delicados e frescos. Nino, filho de Antônio Franco é quem está por trás dos negócios da família. “Nino Franco Rústico Prosecco é elaborado pelo método charmat, onde a segunda fermentação é em tanques de aço inox. Tem aromas e flores brancas e pera. É delicado, suave e cristalino, ótimo para antepastos e até mesmo tapas espanholas”, afirma Menezes.

  • 7. Cave Geisse Nature

    Preço médio: R$ 98

    Menezes explica que o vinho produzido em Pinto Bandeira (RS) é um belo exemplo de espumante vinificado pelo método tradicional com um mínimo de 24 meses em segunda fermentação, sem o licor de expedição. “Isso dá mais autenticidade ao espumante, conferindo muito frescor e sendo super gastronômico”, diz.

  • 8. Hermann Lírica Crua

    Preço médio: R$ 80

    Em poucos anos, desde seu surgimento, o Lírica Crua se tornou um símbolo do excelente espumante brasileiro, diz Beato. “A uva majoritária é a chardonnay, com um pouco de gouveio e pinot noir. Com a peculiaridade de ter sido engarrafado com as lias (sobra de leveduras da fermentação) seu sabor é marcante, mineral, floral e frutado, com cor naturalmente enevoada.”

  • 9. Casa Valduga 25 meses

    Preço médio: R$ 80

    Para Menezes,a família Valduga vem cada vez mais demonstrando toda a sua essência na produção de espumantes. “O Casa Valduga 25 meses tem 70% chardonnay e 30% pinot noir, com uma perlage fina e elegante, notas de brioche e amêndoas.”

  • 10. Vallontano Brut Rosé

    Preço médio: R$ 75

    Elaborado pelo método charmat, está entre os melhores do Brasil nesse processo, de acordo com Menezes. “Muita personalidade, sutileza e elegância, sendo bom acompanhante para entradas, aperitivos, frutos do mar e até mesmo sobremesas.”

1. Champagne Savart L’acomplie Premier Cru

Preço médio: R$ 788

Elaborado pelo pequeno produtor Savart e importado pela Anima Vinum, tem 80% pinot noir e 20% chardonnay. “Tem grande força, potência e vibração. Os vinhos são fermentados em barris de carvalho antes da segunda fermentação”, diz Manoel Beato.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).