Panetones premium: provamos 15 e contamos qual é o melhor

Petite-Fleurcapa
A expectativa da Abimapi é de que os panetones movimentem R$ 735 milhões em 2019

Resumo: 

  • Forbes Brasil provou 15 panetones premium, de diversos sabores e tipos (incluindo sem glúten e sem lactose);
  • Análise levou em conta a massa, a aparência e o recheio dos doces;
  • Segmento deve atingir total de R$ 735 milhões em vendas em 2019.

Natal sem panetone é como brindar a chegada do Ano Novo sem champanhe: não pode acontecer. Como a cada ano surgem mais opções do famoso pão doce italiano que ganhou os corações brasileiros e a escolha vai ficando mais difícil, decidimos ajudar. Provamos 15 opções premium, de sabores diversos, e analisamos a aparência, a massa e o recheio de cada uma. Entraram na seleção apenas panetones com valores superiores a R$ 119,90.

A iguaria nasceu provavelmente no século 15 na região de Milão, na Itália, como um pão festivo produzido a partir de ingredientes difíceis de serem encontrados (caso das frutas cristalizadas). Na época, os pães eram feitos de grãos mais baratos, como a espelta. O panetone, segundo um artigo publicado no final de 2018, na revista do Instituto Smithsonian, mesmo o dos primórdios, foi feito com farinha de trigo, artigo muito caro. Até hoje, na Itália a legislação é bastante meticulosa a respeito desse tipo de pão fermentado. Um dos pontos mais importantes é que ele deve ser uma massa rica, com manteiga e ovos.

LEIA TAMBÉM: Restaurantes fazem menus especiais para curta temporada das trufas brancas

Por aqui, os panetones aparecem em uma infinidade de tipos, com recheios fartos (às vezes, demais) e coberturas. A expectativa da Abimapi (Associação Brasileira da Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados) é que o segmento atinja R$ 735 milhões em 2019, 5% a mais do que no ano passado.

A entidade indica também que os panetones tradicionais seguem sendo os preferidos, mas nossa galeria está cheia de opções para quem procura algo mais substancioso. Para classificar os produtos, foram dadas notas de 1 a 5 para aparência, massa e recheio. Depois, os valores foram somados e atingida a média. Veja a seguir nosso veredito, dos melhores aos nem tão incríveis:

  • Casa Santa Luzia

    R$ 123 (600 g)
    Nota: 4,91
    Leva o nome de Artigianale Al Pistacchio, o panetone do tradicionai supermercado paulistano. A massa clássica (sem recheio cremoso) feita com creme artesanal de pistache não tem sabor artificial, e o resultado é muito equilibrado e saboroso.

    Alameda Lorena, 1.471, Jardins, São Paulo. Das 8h às 20h45, exceto aos domingos. Telefone: (11) 3897-5000.

  • The King Cake

    R$ 145,00 (1,1 kg)
    Nota: 4,5
    O chocotone recheado com brigadeiro e caramelo belga tem cobertura crocante de chocolate belga ao leite e cookies. A massa é saborosa, apesar de um pouco doce, assim como o recheio.

    Rua Texas, 404, Brooklin, São Paulo. Telefone: (11) 2894-4078. De segunda a sexta das 9h às 18h, exceto sábado e domingo.

  • Muzzi Tommaso (à venda no Eataly)

    R$ 129,95 (1 kg)
    Nota: 4,33
    O panetone com cerejas cristalizadas da marca italiana tem massa rica, amarelinha e saborosa. Perfeito para o café.

    Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1489, Itaim Bibi, São Paulo. De domingo a quinta, das 8h às 23h; e sexta e sábado, das 8h à 0h. Telefone: (11) 3279-3300.

  • Pati Piva

    R$ 159 (900 g)
    Nota: 4,33
    O panetone com gotas de chocolate e nutella, tem massa gostosa e recheio um pouco doce. A aparência é linda e bem acabada.

    Serviço: Shopping Cidade Jardim: Avenida Magalhães de Castro, 12000 – Marginal do Rio Pinheiros 1º andar – São Paulo, SP. Mais sete endereços. De segunda a sábado das 10h às 22h e Domingos e feriados das 14h às 20h. Telefone: (11) 3552-5670.

  • Chocolate Du Jour

    R$ 148 (500 g)
    Nota: 4,25
    A chocolateria trabalha o panetone e o chocotone (gostosos, mas de massa levemente seca) em pedaços. O chocolate que cobre os “bites” é muito saboroso.

    Rua Haddock Lobo, 1421 – Jardins, São Paulo. De segunda a sábado, das 10h às 20h; e domingo, das 12h às 18h. Telefone: (11) 3168-2720.

  • Petite Fleur

    R$ 180 (750 g)
    Nota: 4,16
    Linda e saborosa cobertura de chocolate dourado. O panetone de brigadeiro com crocante de nutella é gostoso, mas peca um pouco por excesso de dulçor.

    Serviço: R. Guararapes, 1446 – Brooklin, São Paulo – SP. Aberto de segunda a sexta das 8h às 17h e sábado das 8h ao 12h, exceto aos domingos. Telefone: (11) 3805-3351.

  • Cesar Yukio

    R$ 189 (1,1 kg)
    Nota: 4,16
    Releitura com ares orientais do clássico italiano, o panetone tem recheio de ganache de matchá e é coberto com chocolate belga e finalizado com folha de ouro. O resultado é diferente e saboroso, mas fica um pouco enjoativo depois de algumas mordidas.

    Rua Demétrio Ribeiro, 785 – Tatuapé, São Paulo. De segunda a sábado das 11h às 20h, exceto domingo. Telefone: (11) 2675-9300.

  • Sweet Pimenta

    R$ 152 (1 kg)
    Nota: 3,91
    O chocotone é vistoso e ótimo para quem gosta de doce. A massa podia ser também menos adocicada. Vem coberto de pipocas carameladas e tem recheio de chocolate com caramelo.

    Rua Dr. Mario Ferraz, 577, Itaim Bibi, São Paulo. Segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 18h; e domingo, das 11h às 17h. Mais três endereços. Telefone: (11) 3168-3479.

  • Carole Crema

    R$ 119,90 (750 g)
    Nota: 3,66
    Peca pela doçura em excesso, mas é bem executado. Panetone de toffee de gianduia emassa de fermentação natural.

    Rua da Consolação, 3161, Jardins, São Paulo. Segunda a sábado, das 10h às 19h; e domingo, das 11h às 17h. Telefone: (11) 98392-3169.

  • La Pastina

    R$ 120 (750 g)
    Nota: 3,66
    Panetone italiano com recheio de prosecco e uva passa sultana. A massa é rica e saborosa, mas peca no recheio, muito doce.

    Av. Presidente Wilson, 1866 – Ipiranga, São Paulo. Segunda a sexta, das 9h às 19h; não abre aos sábados e domingos. Telefone: (11) 3383-9300.

  • Healthy Bites

    R$ 120 (800 g)
    Nota: 3,66
    Panetone de doce de leite sem glúten. A massa feita sem farinha de trigo esfarela bastante, e o recheio é bastante doce. Parece mais bolo do que panetone.

    Rua Clodomiro Amazonas, 1158, Loja 20, Vila Nova Conceição, São Paulo. Segunda a sexta, das 8h às 18h. Não abre sábado e domingo. Telefone: (11) 99984-9187.

  • We Cook

    R$ 120 (1 kg)
    Nota: 3,58
    Panetone recheado de brigadeiro de pistache e compota de frutas vermelhas tem proporção desequilibrada, com muito recheio e pouca massa. O brigadeiro é muito saboroso.

    Rua Voluntário João dos Santos, 1055, Centro, Indaiatuba/SP. De segunda a sexta, das 9h às 18h. Sábado e domingo não abre. Telefone: (11) 97517-1050.

  • Isabella Akkari

    R$ 155 (750 g)
    Nota: 3,58
    Sem glúten e sem lactose, provamos dois recheios cookies’n’cream e de doce de leite. A cobertura de chocolate é bem grossa e o recheio aparece na quantidade certa, ainda que muito doce. A massa esfarela muito, como é característico de produções sem farinha de trigo.

    Rua Comendador Miguel Calfat, 410, Vila Nova Conceição, São Paulo. Segunda, das 11h às 18h30; terça a sexta, das 10h às 18h30; e sábado e domingo, das 10h às 18h. Telefone: (11) 98400-0740.

  • Kopenhagen

    R$ 119,90 (1,5 kg)
    Nota: 2,33
    Chocotone do clássico Língua de Gato. Em geral, muito doce e com sabor artificial.

    SAC: (11) 4935-2385

Casa Santa Luzia

R$ 123 (600 g)
Nota: 4,91
Leva o nome de Artigianale Al Pistacchio, o panetone do tradicionai supermercado paulistano. A massa clássica (sem recheio cremoso) feita com creme artesanal de pistache não tem sabor artificial, e o resultado é muito equilibrado e saboroso.

Alameda Lorena, 1.471, Jardins, São Paulo. Das 8h às 20h45, exceto aos domingos. Telefone: (11) 3897-5000.

Colaboraram Alexandre Mercki, Amanda Tucci, Beatriz Calais e Marcella Fonseca

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).