Antes do Instagram: conheça a história da propaganda de aviação

Getty Images
As companhias aéreas tinham métodos bem diferentes de divulgação antes das redes sociais

Caso você já tenha se perguntado por que nunca viu muitos comerciais de companhias aéreas na televisão, a resposta é porque não existem muitos mesmo. Recentemente temos visto algumas propagandas como da holandesa KLM e da British Airways, no entanto, nunca foi comum ver companhias aéreas com grandes orçamentos para comerciais de televisão.

Marcas de perfumes e carros também não costumavam fazer isso. Perfumes usavam modelos atraentes, cenários bonitos e bem, só isso. Já marcas de carro usavam a “voz inspiradora” enquanto um carro passa por belas cenas.

LEIA MAIS: 8 tendências de viagem para 2020

As companhias aéreas não têm tanta sorte ultimamente também. Sendo realista, elas podem mostrar lindos clipes de um avião voando em um céu azul, algumas cenas das cabines, talvez uma aeromoça sorrindo e passageiros chegando em um lindo destino. No entanto, os passageiros esquecem de tudo isso na hora de comprar suas passagens, e a tarifa mais barata entre todas as companhias conta mais que o comercial, o que faz com que todos os dólares gastos em propaganda pareçam um desperdício. Algumas companhias fizeram comerciais de televisão, mas atualmente a maioria delas investe em banners online anunciando os preços de suas tarifas para destinos específicos.

Essa forma de propaganda online é certamente uma extensão da publicidade de companhias aéreas antigamente, os pôsteres.

Durante os “anos dourados” das viagens, companhias aéreas usavam pôsteres coloridos para promover sua marca. Viagens de avião eram novidade, e destinos exóticos ainda eram desconhecidos. Muitas pessoas provavelmente só tinha visto o Japão em fotos.

A fórmula era simples. Cores brilhantes e chamativas, mulheres atraentes e o mais importante, o sonho. Entre os anos 1950 e 1980, a competição não era tão acirrada, então eles podiam vender também os destinos.

Atualmente, as companhias aéreas estão completamente focadas no retorno de seus investimentos, quantos passageiros eles podem converter em dólares investidos. No entanto, há 60 anos com a viagem aérea vista como um fenômeno, as companhias tinham que contar às pessoas sobre todos esses lugares incríveis que eles podiam visitar. Com menos competição, o objetivo era fazer com que as pessoas quisessem voar, não que elas tivessem uma preferência pela sua marca.

As propagandas não eram só dos modelos de avião modernos (que também aparecem nos comerciais de hoje), elas também mostravam que as companhias levavam pessoas a destinos do outro lado do mundo com orgulho “em apenas três dias”, o que é muito para os padrões atuais, mas um ótimo negócio meio século atrás.
Os pôsteres era muito sexualizados nos “anos dourados” das viagens, e nós com certeza vemos muito menos sexualizaçao das aeromoças hoje em dia em comparação aos anos 1960, quando a equipe de bordo era praticamente totalmente feminina.

Veja na galeria a seguir, pôsteres antigos de companhias aéreas:

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).