Chanel anuncia produção de máscaras para ajudar no combate ao coronavírus

Produtos sairão das linhas de produção assim que houver aprovação de autoridades francesas.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
GettyImages/ Sergei Fadeichev
GettyImages/ Sergei Fadeichev

O grupo de moda de luxo Chanel está mobilizando sua força de trabalho para produzir máscaras e blusas de proteção e fornecer os produtos para a França

Acessibilidade


O grupo de moda de luxo Chanel informou hoje (29) que lançará uma produção de máscaras para ajudar a reforçar os suprimentos na França, conforme o coronavírus se espalha pelo país.

Os protótipos estavam sendo trabalhados e sairiam das linhas de produção assim que recebessem a aprovação das autoridades francesas.

LEIA MAIS: 100 empresas brasileiras do agronegócio

“Hoje estamos mobilizando nossa força de trabalho e nossos parceiros para produzir máscaras e blusas de proteção”, afirmou a Chanel em comunicado.

Ontem (28), o ministro da saúde francês, Olivier Veran, disse que o governo ordenou o fornecimento de mais de um bilhão de máscaras faciais, principalmente da China, nas próximas semanas e meses.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A França está usando 40 milhões de máscaras por semana, disse ele. Médicos, cuidadores de idosos e policiais têm se queixado da escassez do produto.

LEIA TAMBÉM: 5 jardins ao redor do mundo para visitar online

A Chanel também disse que não colocaria nenhum de seus 4.500 funcionários em desemprego temporário, num momento de crise da atividade econômica.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: