Instituto Gourmet passa a fazer parte do portfólio do SMZTO

Divulgação
Divulgação

José Carlos Semenzato entre os sócios do Instituto Gourmet, Gláucio Athayde, Lucilaine Lima e Robson Fejoli

A SMZTO, holding de José Carlos Semenzato (conhecido como jurado do programa “Shark Tank Brasil”), acaba de incluir a rede de educação gastronômica Instituto Gourmet a seu portfólio – que reúne 12 marcas e que deve fechar 2019 com faturamento de R$ 2,2 bilhões. Os valores da transação não foram revelados.

O Instituto Gourmet foi fundado em 2014. Tem 47 unidades em operação e 41 em processo de inauguração (oito delas ficam prontas em janeiro). Fatura R$ 45 milhões. Suas franquias se concentram na região Sudeste. “O que nos motivou nessa parceria foi a profissionalização, a governança e o know-how que Semenzato e sua equipe trarão para a companhia”, diz Gláucio Athayde, sócio-fundador do instituto ao lado de Robson Fejoli.

LEIA MAIS: Conheça três nomes da gastronomia que temperam o mundo com o sabor brasileiro

“O Brasil precisa de escolas que ensinem profissões práticas e que consigam impactar rapidamente a vida das pessoas. Acredito muito nesse tipo de preparação como impulso para o primeiro emprego, para um melhor emprego ou até mesmo para o empreendedorismo”, justifica Semenzato. “O mercado de culinária vive seu melhor momento no país.”

O Instituto Gourmet tem nove cursos profissionalizantes em sua grade. Ensina técnicas de cozinha clássica e moderna, precificação e montagem de negócio. A SMZTO é líder em investimentos em franquias no Brasil e tem participação em companhias como Espaçolaser, OdontoCompany e Oakberry.

Reportagem publicada na edição 74, lançada em janeiro de 2020

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).