Filho do fundador da Lamborghini lança empreendimento no Brasil

Divulgação
Divulgação

Tonino Lamborghini

Ferruccio Lamborghini eternizou seu sobrenome ao fundar a lendária marca de automóveis em 1963. Seu filho, Tonino, perpetuou a herança da grife ao criar o grupo de luxo homônimo em 1981 – e que hoje atua em setores que incluem acessórios (como relógios e óculos), bebidas (café e energético), móveis, hotéis e empreendimentos imobiliários.

Habituado ao mercado chinês, aonde chegou há 35 anos, e envolvido com um gigantesco projeto residencial em Dubai (em um terreno de 43 hectares), desde março de 2019 Tonino tem uma nova menina dos olhos: Balneário Camboriú, em Santa Catarina.

LEIA MAIS: Lamborghini revela versão conversível do Huracán EVO RWD Spyder

Na chamada “Dubai brasileira”, a marca assinará o design de um prédio de 53 andares e 67 apartamentos, feito em parceria com a empreendedora Embraed, que está investindo R$ 150 milhões para executar o projeto. Para oficializar o lançamento do megaedifício, previsto para 2026, Tonino visitou a cidade catarinense e conversou com a Forbes. “Eu penso que o Brasil é um mercado de luxo do futuro. Os brasileiros são muito sensíveis ao conceito de beleza. Realmente prestam atenção a isso”, explica.

No pré-lançamento da torre, entre dezembro de 2019 e meados de fevereiro, 50% das unidades (com valor inicial de R$ 3,5 milhões) já haviam sido comercializadas. Diferentemente do estilo clássico dos 46 prédios da Embraed na cidade, o de Tonino terá design moderno, com referências ao automobilismo. “Como a marca Lamborghini se diferencia no mundo? Sempre pela alta tecnologia e pela alta qualidade. Esse é o espírito da marca”, comenta o empresário.

Divulgação
Divulgação

O projeto do prédio em Camboriú

Alguns diferenciais, como adianta Tatiana Rosa Cequinel, presidente e herdeira da Embraed, são os carregadores para carros elétricos (um para cada apartamento) e uma garagem com vários feixes de luz que acendem conforme o movimento dos carros.

“O mercado de luxo não se tornou mais difícil”, continua Tonino. “No passado, era muito sobre ostentação e exagero. Atualmente, o cenário é outro, é mais sofisticado. Não se limita à compra de produtos caros, ao poder aquisitivo de cada um. Agora o luxo é algo que faz as pessoas felizes.”

Reportagem publicada na edição 75, lançada em março de 2020

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).