Gucci entra na plataforma de luxo do Alibaba para atrair consumidores chineses

Plataforma Tmall Luxury Pavilion, criada em 2017, apossui mais de 200 marcas que variam de roupas a carros .

Redação
Compartilhe esta publicação:
Tingshu Wang/ Reuters
Tingshu Wang/ Reuters

Plataforma Tmall Luxury Pavilion, criada em 2017, apossui mais de 200 marcas que variam de roupas a carros

Acessibilidade


A grife Gucci abrirá duas lojas na plataforma de compras de luxo online do Alibaba, ressaltando a importância do mercado chinês para marcas sofisticadas que buscam reverter a queda de receita devido à pandemia de coronavírus.

Gucci, do grupo francês Kering, é um dos nomes mais premiados a se juntar à plataforma Tmall Luxury Pavilion, que foi criada em 2017 e agora possui mais de 200 marcas que variam de roupas a carros de luxo.

LEIA MAIS: Jay-Z lança a Monogram, marca de cannabis que oferece produtos premium

A primeira flagship da Gucci, que vende coleções de moda e artigos de couro, será aberta em 21 de dezembro, disseram as duas empresas em um comunicado conjunto hoje (18). Uma segunda loja focada em produtos de beleza será lançada em fevereiro de 2021 e será operada pelo parceiro licenciado da Gucci, Coty.

A China – onde os consumidores compram muito mais por aplicativos de celular do que nos Estados Unidos ou na Europa – tem sido um raro ponto interessante para marcas de bens de luxo este ano, com as vendas crescendo lá desde a flexibilização das medidas de isolamento.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os clientes chineses já representavam cerca de 35% das compras de bens de luxo antes da pandemia e agora devem responder por quase metade das vendas globais de roupas, bolsas e joias de alto padrão até 2025, de acordo com a consultoria Bain.

Alibaba disse que o Tmall Luxury Pavilion tem uma base de consumidores de 750 milhões de pessoas. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: