Lancôme adquire sua terceira propriedade em Grasse

Divulgação
Divulgação

Domaine de la Rose, em Grasse

A Lancôme adquiriu em outubro a sua terceira propriedade em Grasse, na França (ao norte de Cannes), cidade conhecida como a capital dos perfumes. A nova aquisição é a belíssima Domaine de la Rose, que tem extensão de 4 mil hectares, nos quais são cultivadas flores e variedades de rosas, utilizadas exclusivamente nas fórmulas de fragrâncias da grife.

Desde a fundação, em 1935, as rosas permeiam a história da Lancôme. A começar pelo logotipo, que traz uma delicada versão. O fundador Armand Petitjean (1884-1969) era amante da espécie e chegou a ter um roseiral em Ville d’Avray, nos arredores de Paris.

LEIA MAIS: Fragrâncias brasileiras movimentam € 222 milhões

Entre o mar e as montanhas, a localização da nova propriedade em Grasse deixa a região especial para as plantações graças ao clima e ao solo. Os elementos únicos contribuem para o cultivo de rosas Centifolia, que são originárias da Ásia e amplamente utilizadas na indústria de fragrâncias.

“Esta propriedade é cultivada há cerca de cinco séculos e a família ex-proprietária é uma das pioneiras no cultivo orgânico de plantas para perfumes em Grasse”, disse a executiva Françoise Lehmann, presidente global da Lancôme. Atuantes no trabalho de preservação das espécies, algumas outras plantas típicas da região serão cultivadas, como jasmim, verbena e íris.

Reportagem publicada na edição 81, lançada em outubro de 2020

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).