Japão fará Olimpíada de Tóquio sem torcedores estrangeiros

Jogos devem acontecer entre 23 de julho e 8 de agosto apenas com os participantes e convidados .

Redação
Compartilhe esta publicação:
Issei Kato/Reuters
Issei Kato/Reuters

Receber torcedores do exterior não será possível por causa do temor público com o coronavírus

Acessibilidade


O Japão decidiu realizar a Olimpíada e a Paralimpíada de Tóquio sem espectadores estrangeiros devido à preocupação do público japonês com a Covid-19, disse a agência de notícias Kyodo hoje (9), citando autoridades a par do assunto.

A Kyodo disse que o governo concluiu que receber torcedores do exterior não seria possível por causa do temor público com o coronavírus e da detecção de variantes mais contagiosas em muitos países, disseram as autoridades, segundo a Kyodo.

VEJA TAMBÉM: Atletas serão testados “a cada 96 a 120 horas” durante Olimpíada, dizem organizadores

A cerimônia de abertura do revezamento da tocha olímpica também acontecerá sem público.

“O comitê organizador decidiu que é essencial realizar a cerimônia no município de Fukushima, no nordeste, a portas fechadas, só permitindo que participantes e convidados tomem parte no evento, para evitar que grandes multidões se formem em meio à pandemia”, disseram as autoridades, sempre de acordo com a agência.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os Jogos devem acontecer entre 23 de julho e 8 de agosto.

A maioria dos japoneses não quer que espectadores estrangeiros compareçam à Olimpíada de Tóquio por medo de que uma influxo grande de visitantes provoque um ressurgimento de infecções novas de coronavírus, mostrou uma pesquisa do jornal “Yomiuri”.

A enquete mostrou que 77% dos entrevistados são contra a presença de torcedores do exterior e que 18% são a favor. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: