Por que o Glacier Express deve entrar para sua lista de viagens

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

O Glacier Express viaja durante oito horas e percorre 300 quilômetros, passando pelos Alpes Suíços

Os trens podem ser uma maneira incrível e única de conhecer um país e dá aos passageiros acesso a paisagens e locais que eles nunca veriam ao viajar de carro. Embora todos os passeios de trem ofereçam algo especial, há alguns que se destacam com aventuras incomuns que realmente pertencem a uma lista de desejos.

O Glacier Express da Suíça é um desses trens. O trem serpenteia através dos icônicos Alpes do país, em uma viagem de oito horas de duração e 300 quilômetros da cidade alpina de Zermatt (onde fica o Matterhorn) até a luxuosa cidade resort de esqui de St. Moritz (ou vice-versa). O Glacier Express oferece uma oportunidade incomparável de ver um lado da Suíça que muitos turistas (e até mesmo moradores locais) talvez nunca tenham experienciado.

VEJA TAMBÉM: 16 paradas obrigatórias por Portugal para o pós-pandemia

Veja, na galeria de fotos abaixo, alguns dos motivos pelos quais você deve colocar o Glacier Express em sua lista de itens obrigatórios assim que as viagens forem liberadas:

  • As paisagens

    Simplesmente não há maneira melhor de ver os impressionantes Alpes suíços de perto e pessoalmente do que com o Glacier Express. A incrível viagem leva os visitantes a uma exploração inesquecível das montanhas mais majestosas do país. O trem passa por pontes e rios, entra em túneis e visita aldeias pastorais nas montanhas.

    Reprodução/Forbes
  • As paisagens

    A jornada começa em Zermatt – mas é possível escolher começar em St. Moritz e ir para Zermatt – e segue para a cidade de Visp, onde o trem passará por cânions incrivelmente estreitos e enormes paredes de rocha que parecem poder tocar o céu. Na parte da viagem de Andermatt a Chur é onde começa o famoso Passo de Oberalp. Lá, o Glacier Express segue seu caminho até uma altura de 1.800 metros, a maior elevação da viagem. A cidade de Chur é a elevação mais baixa, com paisagens de tirar o fôlego e o impressionante desfiladeiro do Reno, conhecido como “Grand Canyon da Suíça”, devido aos vales profundos esculpidos pelo rio Reno.

    Reprodução/Forbes
  • As paisagens

    Na viagem, os turistas também passarão pelo vale Domleschg, famoso por suas ruínas e castelos antigos. Antes de chegar a St. Moritz, é importante certificar-se de manter os olhos abertos para o incrível viaduto Landwasser. Apoiado por cinco pilares de pedra e com 140 metros de comprimento, as vistas do topo do viaduto são extraordinárias.

    Reprodução/Forbes
  • A comida

    Embora poucos trens sejam conhecidos pela qualidade das refeições oferecidas, o Glacier Express se destaca também por suas delícias culinárias. Tanto pela odisseia gastronômica quanto pela aventura terrestre, os hóspedes que optam pela classe Excellence podem vivenciar uma experiência culinária como nenhuma outra.

    Os passageiros vão se deliciar com uma extravagância de vários pratos que apresentam algumas das melhores cozinhas alpinas que o país tem a oferecer, graças à cozinha totalmente abastecida a bordo. Melhor ainda, cada viagem vem acompanhada de um emparelhamento de vinho ou licor suíço regional. Os menus incluem um amuse bouche, um aperitivo de truta suculenta defumada da Suíça, seguido por uma sopa de ervilhas com flores alpinas e um filé de carne suíça. Os toques finais incluem um bolo de chocolate quente e uma seleção cuidadosamente selecionada de queijos regionais.

    Reprodução/Forbes
  • O serviço

    Embora os suíços, às vezes, tenham a reputação de serem reservados, o serviço a bordo do trem é caloroso e amigável. Além de solícita, a equipe está muito bem informada sobre os locais e terá prazer em responder a quaisquer perguntas. Para garantir que a jornada seja tão edificante quanto fascinante, os hóspedes recebem um tablet que mapeia o percurso em tempo real. As informações sobre cada área pela qual o trem passa ficam disponíveis na tela com sugestões de passeios turísticos para viagens futuras.

    Reprodução/Forbes
  • O serviço

    Um bar bem abastecido é a desculpa perfeita para descansar e dar um passeio. O balcão é a oportunidade perfeita para conhecer outros passageiros. É importante certificar-se de olhar para cima para ver a bússola gigante caprichosa que realmente se move para rastrear os rumos do trem.

    No momento, todos nós precisamos de um refúgio e o Glacier Express certamente vai deixar sua imaginação voar.

    Reprodução/Forbes

As paisagens

Simplesmente não há maneira melhor de ver os impressionantes Alpes suíços de perto e pessoalmente do que com o Glacier Express. A incrível viagem leva os visitantes a uma exploração inesquecível das montanhas mais majestosas do país. O trem passa por pontes e rios, entra em túneis e visita aldeias pastorais nas montanhas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).