Dois brasileiros integram lista de jovens disruptores do World’s 50 Best

Stevica Mrdja Eye/Getty Images
Stevica Mrdja Eye/Getty Images

Mariana Aleixo, de 33 anos, e Thiago Vinícius de Paula da Silva, de 32, são os representantes nacionais na seleção

A primeira lista 50 Next, que reúne jovens abaixo de 35 anos com potencial para revolucionar a gastronomia, foi divulgada hoje (20) pela organização britânica World’s 50 Best, que há 20 anos premia os melhores restaurantes e chefs do ano. Na seleção, sem ordem de classificação e dividida em categorias (produção, tecnologia, educadores, empreendedorismo, ciência, hospitalidade e ativismo), duas gratas surpresas para o cenário nacional: Mariana Aleixo, 33 anos; e Thiago Vinícius de Paula da Silva, 32 anos.

Mariana, premiada como educadora, nasceu na favela e fez cursos de gastronomia e culinária para empoderar as mulheres das comunidades brasileiras na luta por direitos e segurança alimentar. No complexo da Maré, no Rio, ela criou a Casa das Mulheres, que promove ações de geração de renda. ““Meu objetivo é usar a gastronomia para fornecer ferramentas e habilidades aos moradores das favelas, fortalecer os movimentos populares na luta pela segurança alimentar, acesso às políticas públicas e direitos das mulheres e ser uma referência para outras áreas periféricas do mundo”, afirma.

LEIA MAIS: Como a Otronia encara o desafio de produzir vinhos no frio da Patagônia

Já Silva, que aparece na categoria empreendedorismo, foi criado na periferia de São Paulo e luta pela democratização do acesso a alimentos orgânicos, além de combate ao desperdício. “Nosso trabalho é alcançar os jovens antes que as armas entrem em suas vidas”, diz a frase dele destacada no site do 50 Next.

Divulgação
Divulgação

A lista 50 Next reúne jovens abaixo de 35 anos com potencial para revolucionar a gastronomia

“Abrimos inscrições no final de 2020,” diz William Drew, diretor de conteúdo do 50 Best em nota publicada pela Forbes EUA. “Em seguida, nos associamos a especialistas de confiança do internacionalmente renomado Basque Culinary Center para identificar os candidatos mais fortes do pool de inscrições, bem como para buscar talentos diretamente. Pesquisas e análises robustas foram realizadas em todos os candidatos para criar a lista.”

Dos 50 contemplados, cinco estão na África, seis na Ásia, um no Caribe, 18 na Europa, sete na América Latina, dois no Oriente Médio, três na Australásia e oito nos Estados Unidos. E embora 29 países de residência estejam representados, a lista faz questão de destacar os 34 países de origem – porque muitos jovens inovadores deixaram seus países de origem para estabelecer residência em outros lugares.

Blondine lança rótulo 0,0% sem processo de alcoolização

Divulgação
Divulgação

É a primeira bebida do tipo no mundo a ser feita de modo artesanal

O segmento da cerveja 0% álcool terá um novo movimento com o lançamento revolucionário do rótulo Blondine 0,0%, a primeira bebida do tipo no mundo a ser feita de modo artesanal. Com ajuda de parceiros no segmento de Bioscience, a microcervejaria investiu cerca de R$ 120 mil durante dois anos para solucionar o desafio milionário do processo de desalcoolização. Para o lançamento, a marca apresenta duas propostas diferentes: a Blondine 0,0% Session IPA e a 0,0% Session IPA com Maracujá.

Provado e aprovado: Evvai delivery

Divulgação
Divulgação

O restaurante é comandado pelo chef Luiz Filipe Souza, detentor de uma estrela Michelin

As medidas restritivas dos governos no combate à pandemia de Covid-19 tem machucado os restaurantes e feito uma série deles entrar no mundo do delivery. O Evvai, comandado por Luiz Filipe Souza e detentor de uma estrela Michelin, é um deles. O menu segue a inventividade que fez da cozinha do Evvai bem criticada, e os pratos chegam com montagem impecável até nas quentinhas de entrega. Destaque para o Panino Fritto com Polpetone Classico, com ragu de tomates e rúcula fresca (R$ 49), e para a deliciosa sobremesa Polenta, Pipoca e Pistache (R$ 39), que traz bolo de polenta doce, compota de maçã assada, curau e creme de pistache com pipoca.

Mokai Express expande para São Paulo

Divulgação
Divulgação

Mokai Express abriu seu primeiro ponto de venda na capital paulista

Popular entre os gaúchos desde 2012, na sua inauguração, o Mokai Express abriu seu primeiro ponto de venda em São Paulo, no bairro do Brooklin. O restaurante terá atendimento exclusivamente por delivery durante a pandemia da Covid-19 e vai operar com a Kitchen Central, que faz parte do grupo americano Cloud Kitchens, tanto com a entrega expressa como com serviços de take-away. “Readequamos toda a nossa estrutura para o atendimento apenas em delivery e, após isso, uma nova vertente voltada para a entrega expressa surgiu”, conta Rodrigo Dornelles, sócio-diretor do Mokai Express. A unidade oferece 14 combos de 34 a 152 peças, além de porções menores, incluindo opções para gestantes e vegetarianas. Os valores giram entre R$ 69,99 a R$ 258. “Vamos promover uma verdadeira experiência gastronômica em casa e a preço justo”, diz. A rede tem mais quatro unidades a caminho no ano, sendo duas em São Paulo, uma em Minas e a terceira no Rio Grande do Sul.

Bráz faz pizza exclusiva para delivery

Divulgação
Divulgação

A Calabrese Diavola só está disponível no delivery

Os admiradores da Bráz Pizzaria já podem comemorar: o restaurante lançou a primeira pizza pensada exclusivamente para o delivery: a Calabrese Diavola. Com molho de tomate, mussarela, calabresa artesanal, manjericão, orégano, tomatinhos confit assados na lenha e uma massa clássica de fermentação natural da casa, a delícia já está disponível pelos aplicativos Ifood, Rappi e UberEats ou pelos telefones da Bráz. Também é possível escolher entre a versão individual, que sai por R$ 50, ou a grande, de R$ 79.

Pernod Ricard aposta em projeto de cultura de rua

Iskrinka74/Getty Images
Iskrinka74/Getty Images

A marca vai lançar três projetos voltados ao consumidor global

A Pernod Ricard, dona de marcas como Absolut e Chivas, vai lançar ainda no primeiro semestre de 2021 três projetos voltados ao comportamento do consumidor global. São eles: a plataforma Havana Remix, batizada em homenagem ao rum cubano, que deve estimular a música de rua em parceria com produtores como o Brasil Grime Show; as campanhas Lillet Moments e Bella Vita, que fomentam o consumo de drinques de aperitivos – lideradas pelos rótulos Lillet e Ramazzotti -; e, por fim, o “Casa Malibu”, um reality show com influenciadores da geração Z. De acordo com a companhia, a plataforma vem investindo no conceito de beber com qualidade.

Colaborou Maria Laura Saraiva

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).