Rainha Elizabeth fica sozinha enquanto Philip é sepultado

Os príncipes Harry e William conversaram pela primeira vez em público desde a entrevista para a Oprah Winfrey no mês passado.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Leon Neal/Reuters
Leon Neal/Reuters

O quepe naval e a espada de Philip estavam em cima do caixão, que foi coberto com símbolos pessoais do duque de Edimburgo, assim como da família Mountbatten

Acessibilidade


A rainha Elizabeth e sua família prestaram suas últimas homenagens ao príncipe Philip no funeral de hoje (17), que exaltou seu legado internacional e sete décadas de serviço, e deu aos netos William e Harry a chance de falar em público pela primeira vez desde que as alegações de racismo geraram uma crise na família.

A rainha, vestida de preto e com uma máscara preta com bordas brancas, ficou sozinha enquanto seu marido por 73 anos foi rebaixado para o Royal Vault em um funeral com a presença de membros da realeza, incluindo o príncipe Charles.

LEIA MAIS: Rainha Elizabeth sente um “grande vazio” após morte do príncipe Philip

O príncipe Harry, que voou dos Estados Unidos para comparecer ao funeral, caminhou e conversou com seu irmão William e sua esposa Kate no final da cerimônia – a primeira vez que eles falaram em público desde que Harry e sua esposa Meghan deram uma entrevista explosiva a Oprah Winfrey no mês passado.

Essa crise veio quando Philip estava no hospital. Oficialmente conhecido como duque de Edimburgo, Philip morreu aos 99 anos em 9 de abril.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Nós nos lembramos hoje de ti Philip, duque de Edimburgo, rendendo graças a ti – por sua fé e lealdade resolutas, por seu alto senso de dever e integridade”, afirmou o arcebispo de Canterbury Justin Welby, em uma oração.

Philip, que se casou com Elizabeth em 1947, ajudou a jovem rainha a adaptar a monarquia aos tempos de mudança da era pós-Segunda Guerra Mundial, quando a perda do império e o declínio da deferência desafiaram a família real mais proeminente do mundo.

LEIA TAMBÉM: Meghan Markle acusa realeza britânica de racismo e diz que teve pensamentos suicidas

A rainha em 1997 descreveu Philip como sua “força” ao longo de décadas de casamento. O arcebispo elogiou a “vida de serviço de Philip à nação e ao Commonwealth, pela coragem e liderança inspiradora”.

Depois que a nação observou um minuto de silêncio em dia de sol brilhante, Harry e William ocuparam seus lugares no lado oposto da capela no Castelo de Windsor.

O quepe naval e a espada de Philip estavam em cima do caixão, que foi coberto com símbolos pessoais do duque de Edimburgo, assim como da família Mountbatten.

Uma coroa de rosas brancas, lírios e jasmim da rainha de 94 anos também adornou o caixão. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: