Bovet cria mostrador de relógio inédito, feito com cristais de açúcar puro

Divulgação
Divulgação

Em um processo artesanal que leva quase uma semana, os grãos de açúcar são individualmente coloridos e posicionados um a um, à mão, no relógio

Ao longo dos séculos, testemunhamos a transformação dos mostradores de relógio de peças sólidas de metal em obras de arte lindamente decoradas, que ostentam trabalhos esmaltados à mão, joias incrustadas, gravuras pintadas à mão e muito mais. 

Nos últimos anos, vimos até peças da grande coleção Métiers d ‘Arts ornamentadas com plumas, palha e madeira, assim como esculturas encantadoras. Mas agora, a marca Bovet 1822 levou o conceito do mostrador como uma tela de arte a um nível totalmente novo, com uma técnica e material nunca usados antes na relojoaria: o novo relógio da linha, o Miss Audrey Sweet Art, é enfeitado com um mostrador feito com cristais de açúcar puro

LEIA MAIS: Rolex lança nova geração de modelos de relógio icônicos

Graças ao desenvolvimento tecnológico, à inovação em materiais e processos e à primorosa arte da pintura em miniatura, a Bovet foi capaz de revolucionar a forma como vemos o açúcar e os mostradores dos relógios. Com dois anos de pesquisa, desenvolvimento e testes, a ideia de usar cristais de açúcar puro foi concebida por Pascal Raffy, dono da Bovet 1822 nos últimos 20 anos. 

“Para celebrar as mulheres de todos os lugares, aBovet apresenta a Miss Audrey Sweet Art, com um mostrador muito especial feito de açúcar puro, algo nunca feito antes na longa história da relojoaria”, disse Raffy. “Esta técnica patenteada, que não se degrada nem com o passar do tempo e nem em temperaturas extremas, é muito artesanal. Os cristais de açúcar são individualmente coloridos e depois colocados um a um no relógio, como uma pintura em miniatura. O resultado é extraordinariamente belo”, completa. 

Divulgação
Divulgação

Cada relógio Miss Audrey Sweet Art é único

De fato, a criação de um único mostrador é um processo complexo com várias etapas do início ao fim – que conta, inclusive, com o preparo dos cristais para que sua estrutura molecular não seja alterada uma vez colocados no ponteiro ou quando expostos a elementos como o calor, luz e temperaturas diferentes. Aliás, antes mesmo de serem anunciadas para a venda, as peças de açúcar foram amplamente testadas.

Para produzir cada um dos mostradores, o mestre artesão usa uma pinça fina e um microscópio para escolher cuidadosamente os cristais do tamanho certo – que precisam ser estreitos o suficiente para que, uma vez encaixados no quadrante, não arranhem as esferas de açúcar e causem uma quebra. 

Uma vez que os cristais são selecionados, o artista os combina com tintas especiais de esmalte biodegradável que foram aplicadas ao mostrador de latão banhado de ródio. Os cristais são cuidadosamente colocados para atingir sua cor e tonalidade. Nenhum cristal é exatamente igual ao outro, sendo alguns de cor sólida e outros em degradê. 

Depois de coloridos, os cristais são pacientemente posicionados, com centenas deles em cada unidade de relógio. Uma vez montados, os mostradores passam por um processo de secagem em um forno ou estufa. Durante estes processos, cada pedaço de açúcar extremamente frágil pode ser danificado – assim como na gravação de joias, basta um pequeno passo em falso para que se tenha que recomeçar do zero. 

Divulgação
Divulgação

O Miss Audrey Sweet Art pode ser um relógio de pulso, mesa ou bolso

LEIA MAIS: Primeiras unidades do Bugatti Baby II, versão mini de esportivo de luxo, começam a ser entregues

Todo o processo de criação dos cristais leva cerca de uma semana. Porém, escolhê-los, pintá-los e colocá-los no mostrador leva mais de três horas por relógio, sem contar o tempo de secagem. O produto final é uma satisfatória mistura cintilante de textura, cor e brilho – que atraem o olho como os melhores doces. As tonalidades variam do rosa empoeirado ao laranja brilhante, além do azul, verde e outros matizes encantadores. No fim, cada mostrador é uma peça única, claro.

Como se colocar açúcar no mostrador não fosse doce o suficiente, a Bovet embeleza ainda mais o relógio com ponteiros com formato especial e muito caprichosos que – uma vez a cada hora e cinco minutos, quando o ponteiro dos minutos alcança o das horas – formam um coração. É uma doce mensagem de amor da grife. De acordo com a marca, o mostrador Sweet Art, em comparação com um “normal” do Miss Audrey, custa cerca de US$ 3 mil a mais, por conta da habilidade requerida e do processo patenteado. 

Divulgação
Divulgação

Além do mostrador de cristais de açúcar, o relógio ainda tem ponteiros que formam um coração quando se encontram

Além disso, se as cores, o açúcar e o procedimento inédito e exclusivo não bastassem, a Bovet envolve este mostrador especial na caixa conversível Fleurier Amadeo de 36 mm. Fabricada em aço inoxidável e com acabamento em diamantes, a caixa patenteada pode ser facilmente convertida de relógio de pulso, a pendente ou em relógio de mesa, por meio de um movimento automático. O Amadeo custa aproximadamente US$ 25 mil.

Na estreia do Miss Audrey Sweet Art no mercado, há quatro versões iniciais de mostrador, com gradientes diferentes: em preto e azul; preto e verde; dourado e rosa e outro em azul e cinza. Outras cores incluem cristais de açúcar roxo, azul, preto, cinza, verde, rosa ou amarelo ou um degradê dessas cores. O arco e a luneta de cada relógio são incrustados com 103 diamantes de corte redondo para maior brilho e cada unidade tem acabamento com uma pulseira de crocodilo. É de encher os olhos. 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).