“Que a Força esteja com você”: guia Forbes para acompanhar “Star Wars”

Reprodução/Disney
Reprodução/Disney

A franquia “Star Wars” já conquista fãs há quatro décadas, mas recentemente ganhou mais fôlego com a compra da Lucasfilm pela Disney

O dia 4 de maio tem um significado especial para os fãs de “Star Wars”. A data foi escolhida como dia oficial da franquia e é comemorado anualmente por causa da semelhança entre o dia em inglês (May, the fourth) com uma das falas mais icônicas dos filmes: “May the Force be with you” (“Que a Força esteja com você”, em português).

Criado por George Lucas, o primeiro filme da saga foi negado por muitos estúdios. Em um momento em que o cinema era pautado por violência e histórias com personagens de caráter duvidoso (“Taxi Driver”, “O Poderoso Chefão”, “O Exorcista”), ele decidiu resgatar as clássicas histórias de mocinho e vilão, bebendo da fonte dos faroestes, mas transportando-as para a galáxia.

VEJA TAMBÉM: Veja as primeiras imagens do resort baseado em “Star Wars”, da Disney

O primeiro longa, lançado em 1977, bateu todos os recordes de bilheteria da época, arrecadando mais de US$ 775 milhões. Recebeu 11 indicações ao Oscar, vencendo em sete categorias e inaugurando a Era dos Blockbusters: filmes com grandes campanhas de marketing e fortes retornos em bilheteria e merchandising.

Além dos onze filmes lançados até o momento, o universo também consiste em séries para televisão, inúmeros livros e quadrinhos, jogos para computador e uma imensidão de produtos de merchandising oficial, de bonecos de todos os tamanhos a camisetas para todas as idades.

A história da saga pode ser dividida, de forma simplória, em três momentos: a trilogia original, lançada por George Lucas entre 1977 e 1983; a trilogia antecessora, lançada entre 1999 e 2005; e a trilogia sucessora, já sob a batuta da Disney, que comprou a Lucasfilm em 2012, lançada entre 2015 e 2019. Com esse novo respiro trazido pela Disney, o universo Star Wars passou a atrair crianças e adultos aos cinemas, vivendo experiências diferentes com o mesmo conteúdo. Ícone da cultura pop global, Star Wars ainda movimenta o público de tal forma que é mais fácil ver marmanjo comprando o bebê Yoda do que crianças. E fantasiado como personagem nas pré-estreias também.

Como o universo é enorme, com diversas ramificações ao longo das décadas que inclusive foram deixadas de lado pela Disney a partir de 2012, vamos focar em contar um pouco sobre as principais produções, aquelas de maior destaque no cânone de Star Wars.

A trilogia original

Como é de se esperar, o primeiro filme lançado em 1977 se chamava, apenas, “Star Wars” ou, em português, “Guerra nas Estrelas”. Ele só ganhou o rótulo de “episódio IV” no fim dos anos 1990, quando George Lucas deu início à trilogia antecessora, contando a história que ocorreu antes da trilogia original.

Nos três primeiros filmes (“Episódio IV: Uma Nova Esperança”, “Episódio V: O Império Contra-Ataca” e “Episódio VI: O Retorno de Jedi”) somos apresentados a uma galáxia muito, muito distante, onde Darth Vader planeja como o Império destruirá a Aliança Rebelde, comandada pela Princesa Leia e que tem como objetivo libertar o universo da tirania de Palpatine. É aqui que também conhecemos os outros personagens clássicos de Star Wars: os droides R2-D2 e C3-PO, além de Luke Skywalker, Han Solo e Chewbacca.

LEIA TAMBÉM: Como “Cruella” aproxima Hollywood ainda mais do domínio total das franquias

A trilogia antecessora

Depois do sucesso dos filmes originais, George Lucas resolveu contar a história do que havia acontecido antes, mostrando a origem de Anakin Skywalker, Obi-Wan Kenobi e Yoda. Os três filmes focam mais nas questões políticas da galáxia e no exercício do poder. Essa trilogia é considerada a pior pelos fãs mais fervorosos, com os filmes menos interessantes e pecando no uso dos efeitos especiais.

A partir daqui, Lucas decidiu rotular os filmes como episódios, organizando melhor a cronologia de acontecimento dos fatos. Temos “Episódio I: A Ameaça Fantasma”, “Episódio II: O Ataque dos Clones” e “Episódio III: A Vingança dos Sith”, onde acompanhamos a jornada de Anakin desde a infância, passando pelo momento em que conhece a Força e é treinado pelos Jedi até a mudança para o Lado Negro.

A trilogia sucessora

Em 2012, a Disney comprou a Lucasfilm, que produzia todos os filmes de Star Wars até então, com o objetivo de criar mais produções para a saga com todo o poder dos estúdios Disney. A partir daqui, foi decidido que só seriam parte do cânone de Star Wars os seis longas lançados e a animação “Star Wars: A Guerra dos Clones”.

Até agora, a Disney já lançou cinco filmes, praticamente um por ano, sendo três na trilogia sucessora e dois spin-offs.

A trilogia sucessora teve início em 2015, com o lançamento de “Episódio VII: O Despertar da Força”. Os acontecimentos deste filme ocorrem 30 anos após a trilogia original, enquanto Luke Skywalker está desaparecido. A Resistência, comandada por Leia, precisa de sua ajuda novamente para derrotar a Primeira Ordem, liderada pelo Líder Supremo Snoke.

Nesta nova trilogia, personagens amados pelos fãs como Leia, Luke, Han Solo e Chewbacca dividem a tela com os novos personagens criados pela Disney: Rey, Finn, Poe e Kylo Ren, assim como o novo droide BB-8.

Também compõe a trilogia os filmes “Episódio VIII: Os Últimos Jedi” e “Episódio IX: A Ascensão Skywalker”. O mais recente, lançado em 2019, foi o último longa a contar a história que envolve os Skywalker, encerrando assim o arco narrativo um dia imaginado por George Lucas. Tudo indica que agora, além dos spin-offs de personagens já conhecidos, o público será apresentado a novas narrativas.

VEJA MAIS: Startup aposta em “Star Wars” para promover programa de integração entre os estagiários

Os spin-offs

Quando a Disney entrou na jogada, ela decidiu que o universo era grande demais para focar apenas nos longas da trilogia sucessora. Surgiram então os filmes antológicos, com episódios focados em personagens ou acontecimentos específicos, explicando como afetaram a história da forma que conhecemos e mostrando as origens dos protagonistas.

Até agora, o estúdio já produziu dois spin-offs: “Rogue One: Uma História Star Wars”, em 2016 e “Han Solo: Uma História Star Wars”, em 2018. Enquanto o primeiro foi muito elogiado por público e crítica, o segundo deixou a desejar em termos narrativos e decepcionou nas bilheterias. A efeito de comparação, enquanto “Rogue One” teve arrecadação de US$ 1 bilhão, “Han Solo” amargou US$ 393 milhões, cifra baixa para a franquia.

O plano original da Disney quando comprou a Lucasfilm por US$ 4 bilhões em 2012 era de lançar spin-offs intercalados com os filmes principais da franquia, os episódios. Mas depois do fracasso de bilheteria de “Han Solo”, parece que a ideia foi abortada por enquanto, com foco em produções para a Disney+, plataforma de streaming do estúdio.

Disney+ amplia o universo Star Wars

“O Mandaloriano”

A série, com duas temporadas, virou um fenômeno por apresentar o Grogu, vulgo bebê Yoda. Mas o sucesso entre os fãs se deu por muito mais que um personagem fofo e a sua capacidade de gerar memes. “O Mandaloriano” se passa logo após o “Episódio VI: O Retorno de Jedi” e traz para a saga uma atmosfera mais de faroeste ao contar a história de um caçador de recompensas.

Esta não foi a primeira vez que o público aficionado teve contato com um mandaloriano, mas só agora eles tiveram o seu legado apresentado em profundidade ao público. O universo Star Wars foi expandido para uma outra direção, fugindo completamente do que estávamos acostumados. Aqui, vemos muito menos das lutas clássicas de sabre de luz, mas o clima de aventura e ficção científica não perde o ritmo.

VEJA TAMBÉM: 10 filmes mais caros de todos os tempos

O que esperar do futuro?

Ao que tudo indica, antes de conhecer a continuação da história do caçador de recompensas sem nome na terceira temporada de “O Mandaloriano”, em 2022, o público vai se aprofundar na vida de outro famoso membro do grupo: “O Livro sobre Boba Fett” tem previsão de estreia para dezembro de 2021 no Disney+.

A plataforma também anunciou outra série spin-off focada na história de Obi-Wan Kenobi com o retorno do ator Ewan McGregor. A produção também marcará a volta de Hayden Christensen como Anakin, caprichando na nostalgia para os fãs da franquia. Segundo a Disney, a nova série se passará dez anos após o filme “Episódio III – Vingança dos Sith”.

Por fim, a plataforma confirmou um spin-off focado em Cassian Andor, rebelde que se tornou conhecido do público em “Rogue One”. A história se desenrolará antes dos eventos que assistimos no filme spin-off e o personagem será vivido mais uma vez por Diego Luna.

Quanto ao futuro ao qual assistiremos na tela grande, a Disney já confirmou inúmeras versões para dar continuidade ao universo Star Wars. As principais são: um filme com a direção de Patty Jenkins (de “Mulher-Maravilha”) está em produção para 2023, outro com a direção de Taika Waititi (de “Thor: Ragnarok”) foi anunciado para 2025 e a nova trilogia, contando histórias de novos personagens e se afastando de tudo que já conhecemos sobre Star Wars, será produzida por Rian Johnson (“Os Últimos Jedi”).

Agora, se você nunca embarcou nessa jornada para uma galáxia muito, muito distante, ou se ficou com vontade de rever a franquia, vamos tentar organizar a confusão para ficar mais fácil. Há quem defenda que é melhor assistir aos filmes pela ordem em que foram lançados para não perder a surpresa das grandes viradas na história imaginada por George Lucas, mas isso pode não ajudar tanto na confusão.

Reunimos, na galeria a seguir, todas as produções em live action do universo Star Wars em ordem cronológica de acontecimentos:

  • Episódio I – A Ameaça Fantasma

    :

    Obi-Wan e seu mentor embarcam em uma perigosa aventura na tentativa de salvar o planeta das garras de Darth Sidious. Durante a viagem, eles conhecem um habilidoso menino e decidem treiná-lo para se tornar um Jedi. Mas o tempo irá revelar que as coisas nem sempre são o que aparentam ser.

    Disponível no Disney+

    Divulgação
  • Episódio II – Ataque dos Clones

    Tentado por promessas de poder, Anakin Skywalker se aproxima de Darth Sidious e participa de um plano para acabar com os Cavaleiros Jedi.

    Disponível no Disney+

    Divulgação
  • Episódio III – Vingança dos Sith

    As Guerras Clônicas estão em pleno andamento e Anakin Skywalker mantém um elo de lealdade com Palpatine, ao mesmo tempo em que luta para que seu casamento com Padmé Amidala não seja afetado por esta situação. Seduzido por promessas de poder, Anakin se aproxima cada vez mais de Darth Sidious até se tornar o temível Darth Vader. Juntos eles tramam um plano para aniquilar de uma vez por todas com os cavaleiros Jedi.

    Disponível no Disney+

    Divulgação
  • Han Solo – Uma História Star Wars

    Em dificuldade financeira, o piloto Han Solo e sua namorada Qi’ra buscam trabalho. Eles colocam as mãos em uma substância valiosa, mas perigosa, e que acaba levando à perseguição do Império e à separação entre os dois. Preocupado, Han usa toda a sua esperteza para se infiltrar em um plano arriscado, mas que pode lhe render a oportunidade de voltar à terra natal e reencontrar a sua amada. No caminho, o piloto encontra parceiros importantes, como Chewbacca e Lando Calrissian.

    Disponível no Disney+

    Divulgação
  • Rogue One: Uma História Star Wars

    A Aliança Rebelde faz um movimento arriscado e rouba os planos da Estrela da Morte, a arma definitiva de destruição do Império.

    Disponível no Disney+

    Divulgação
  • Episódio IV – Uma Nova Esperança

    A princesa Leia é mantida refém pelas forças imperiais comandadas por Darth Vader. Luke Skywalker e o capitão Han Solo precisam libertá-la e restaurar a liberdade e a justiça na galáxia.

    Disponível no Disney+

    Divulgação
  • Episódio V – O Império Contra-Ataca

    Yoda treina Luke Skywalker para ser um cavaleiro Jedi. Han Solo corteja a Princesa Leia enquanto Darth Vader retorna para combater as forças rebeldes que tentam salvar a galáxia.

    Disponível no Disney+

    Divulgação
  • Episódio VI – O Retorno de Jedi

    Luke Skywalker e seus amigos viajam para Tatooine e salvam seu amigo Han Solo do lorde do crime Jabba, o Hutt. O Império Galáctico começou a construção de uma segunda Estrela da Morte, visando aniquilar a Aliança Rebelde, mas seu término está comprometido pela Frota Rebelde, que insiste em dar um fim ao Império. Neste meio tempo, Luke Skywalker luta para resgatar Vader, um ex-Jedi, de volta do lado sombrio da Força.

    Disponível no Disney+

    Divulgação
  • O Mandaloriano

    Um guerreiro solitário que trabalha como caçador de recompensas. Ele embarca numa jornada pelos territórios esquecidos da galáxia, logo após a queda do Império e antes da criação da temida Primeira Ordem.

    Disponível no Disney+

    Divulgação
  • Episódio VII – O Despertar da Força

    A queda de Darth Vader e do Império levou ao surgimento de uma nova força sombria: a Primeira Ordem. Eles procuram o Jedi Luke Skywalker, desaparecido. A resistência tenta desesperadamente encontrá-lo antes para salvar a galáxia.

    Disponível no Disney+

    Divulgação
  • Episódio VIII – Os Últimos Jedi

    A tranquila e solitária vida de Luke Skywalker sofre uma reviravolta quando ele conhece Rey, uma jovem que mostra fortes sinais da Força. O desejo dela de aprender o estilo dos Jedi força Luke a tomar uma decisão que mudará sua vida para sempre. Enquanto isso, Kylo Ren e o general Hux lideram a Primeira Ordem para um ataque total contra Leia e a Resistência pela supremacia da galáxia.

    Disponível no Disney+

    Divulgação
  • Episódio IX – A Ascensão Skywalker

    Com o retorno do Imperador Palpatine, a Resistência toma a frente da batalha. Treinando para ser uma completa Jedi, Rey se encontra em conflito com passado e futuro, e teme pelas respostas que pode conseguir com Kylo Ren.

    Disponível no Disney+

    Divulgação

Episódio I – A Ameaça Fantasma

:

Obi-Wan e seu mentor embarcam em uma perigosa aventura na tentativa de salvar o planeta das garras de Darth Sidious. Durante a viagem, eles conhecem um habilidoso menino e decidem treiná-lo para se tornar um Jedi. Mas o tempo irá revelar que as coisas nem sempre são o que aparentam ser.

Disponível no Disney+

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).