14 motocicletas mais caras à venda no Brasil

Com as principais montadoras internacionais disponíveis no país, mercado conta com modelos que podem ultrapassar os R$ 240 mil .

Giovanna Simonetti
Compartilhe esta publicação:
krisanapong detraphiphat/Getty Images
krisanapong detraphiphat/Getty Images

Com as principais montadoras internacionais no Brasil, mercado nacional de motocicletas conta com modelos que podem ultrapassar os R$ 240 mil

Acessibilidade


As motos de luxo – as de alta cilindrada, com mais de 400 cilindros – representam 4% do setor de motocicletas brasileiro, segundo Paulo Takeuchi, diretor executivo da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares). O número parece ínfimo se comparado à hegemonia dos modelos mais populares – ou de baixa cilindrada -, mas não reflete o real tamanho deste nicho em termos absolutos. “Praticamente 30% dos valores totais de vendas vêm do segmento de alto padrão”, diz Alarico Assumpção Jr., presidente da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). 

Os dois executivos observam que o mercado, como um todo, vem mostrando sinais de aquecimento nos últimos meses. Entre os motivos estão a possibilidade de isolamento que as motocicletas proporcionam numa época de crise sanitária – alternativa ao transporte público cheio ou até mesmo aos carros de aplicativos – e a transformação do veículo em objeto de trabalho, movimento que nunca esteve tão forte com o boom do e-commerce durante a pandemia e, consequentemente, dos entregadores.

LEIA MAIS: Harley-Davidson lança marca de motocicletas totalmente elétricas LiveWire

Um relatório produzido pelo marketplace VIS (Veículos, Imóveis e Serviços) do Mercado Livre corrobora essa visão. Segundo a pesquisa, a intenção de compra de motocicletas novas aumentou 36% em maio de deste ano, em relação ao mesmo período de 2020. Não só a demanda está se mostrando mais forte, como também a produção: a Abraciclo está otimista e espera um crescimento de 10,2% no número de motocicletas produzidas no Brasil em 2021, em comparação ao ano passado. No total, a projeção é de 1.060.000 motocicletas – número maior também que em 2019, que ficou abaixo da casa do milhão. 

Mas, apesar da força dos modelos mais baratos no Brasil, o mercado nacional para motos de altas cilindradas é promissor e, em termos de volume, maior do que muitos outros países: são cerca de 50 mil unidades vendidas por ano, de acordo com Takeuchi. Para Assumpção Jr., existe a percepção de que o mercado nacional de produtos premium, especialmente o de motocicletas, está em tendência de crescimento ano a ano. 

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Além do poder aquisitivo distinto, o público consumidor dos modelos de alto padrão tende a usá-los para outros propósitos além do simples deslocamento do dia a dia. Em média, são pessoas entre 40 e 70 anos, que encaram as motocicletas como hobbie e as usam para lazer, aos finais de semana, ou para pegar a estrada. Seja como for, não é raro que este grupo seja unido por uma característica comum: o desejo e amor pela liberdade. 

Com quase todas as grandes marcas internacionais presentes no Brasil, a Forbes selecionou os modelos mais caros à venda no mercado nacional e chegou às 14 motos mais valiosas do país atualmente. Confira, na galeria de fotos a seguir, quais são elas:

  • 14. Honda CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports ES DCT

    Preço: R$ 100.500

    Detalhes: Além dos pneus sem câmara, a versão mais estradeira da linha conta também com um tanque de maior capacidade, protetores de manoplas e de cárter, piloto automático e suspensão eletrônica. O motor bicilíndrico entrega 99,3 cv de potência, com um sistema de torque desenvolvido para limitar o deslizamento da roda traseira – controlando a tração de acordo com cada tipo de terreno.

    Divulgação
  • 13. Kawasaki Ninja ZX-10R

    Preço: R$ 104.990

    Detalhes: Sete vezes campeã do World Superbike, esta moto conta com motor de quatro cilindros de 998 cilindradas, que gera 213 cavalos, e um design aerodinâmico com asas integradas. Entre os recursos tecnológicos que fazem parte do modelo, estão a função de gerenciamento de curvas, controle de tração, modo de controle de largada, sistema ABS inteligente, modos de pilotagem integrados, piloto automático, painel de instrumentação e conectividade com smartphones.

    Divulgação
  • 12.Triumph Rocket 3 R

    Preço: R$ 110.490

    Detalhes: O foco deste modelo é a performance. Equipada com o maior motor do mundo para uma motocicleta produzida em série, com 2.500 cc, chega a 167 cv de potência e tem um torque de 221 Nm – segundo a fabricante, o torque mais alto para um veículo do tipo – e vai de 0 km/h a 100 km/h em apenas 2,73 segundos. Conta, ainda, com manoplas aquecidas, quatro modos de pilotagem, freios ABS, controle de tração otimizado para curvas e um sistema de auxílio de troca de marcha – além de integração com aparelhos GoPro, para controlar a câmera pelo painel da moto.

    Divulgação
  • 11. Ducati Multistrada 1260 S

    Preço:R$ 119.990

    Detalhes:Motocicleta com maior valor de torque da sua categoria, a Multistrada 1260 S vem equipada com motor Testastretta DVT, bi cilíndrico, capaz de entregar 158 CV a 9.500 rpm e 12,8 kgf.m de torque. Entre os recursos tecnológicos, estão quatro modos de pilotagem e um sistema de controle de tração.

    Divulgação
  • 10. Ducati Diavel 1260 S

    Preço: R$ 124.990

    Detalhes: O Motor Testastretta DVT 1262 oferece 158 CV, com um pico de 12,9 kgf.m. O foco principal está no guidão, assento e pedaleiras, com uma posição de pilotagem confortável e versátil. O modelo ainda conta com banco exclusivo e novo conjunto de rodas, pinças de freio Brembo M50, suspensão Öhlins totalmente ajustável e faróis em LED com sistema DRL.

    Divulgação
  • 9. BMW S 1000 RR M

    Preço: R$ 135.500

    Detalhes: Com um pacote amplo de peças em fibra de carbono, o modelo entrega, ao mesmo tempo, leveza e potência. O motor é um quatro cilindros com 207 cv de potência a 13.500 rpm e 113 Nm de torque máximo a 11.000 giros.

    Divulgação
  • 8.Harley-Davidon Road Glide Limited

    Preço: R$ 135.900

    Detalhes: Também com 1.868 cm³ em força, sistema RDRS e assento de passageiro com encosto, o modelo é destinado a motociclistas “em busca de conforto e desempenho totalmente carregados”, segundo a montadora.

    Divulgação
  • 7. Harley-Davidson Ultra Limited

    Preço: R$ 137.150

    Detalhes: Com 1.868 cm³ em força de ultrapassagem e corrida, este modelo é equipado com Motor Twin-Cooled™ Milwaukee-Eight, manoplas aquecidas e sistemas que utilizam um controle avançado do chassi, controle eletrônico de frenagem e tecnologia de motor para ajudar o motociclista a acelerar e frear tanto em linha reta quanto em curva.

    Divulgação
  • 6. Honda GL 1800 Gold Wing Bagger

    Preço: R$ 149.000

    Detalhes: Desenhada para ser mais compacta, leve e tecnologicamente avançada, esta motocicleta conta com um novo sistema de admissão, que permite respostas mais rápidas e precisas, além da economia de até 20% de combustível. Ainda reúne manoplas aquecidas, quatro modos de pilotagem, dois porta-malas que somam 60 litros de capacidade e sistema de integração aos smartphones.

    Divulgação
  • 5. BMW R 1250 RT Premium

    Preço: R$ 152.900

    Detalhes: Desenvolvida para longas viagens, tem propulsor boxer bicilíndrico de quatro tempos e motor com 136 cv de potência a 7.750 rpm e 143 Nm de torque máximo. Entre os sistemas auxiliares de condução destaca-se o Shift Assitant Pro, (que possibilita mudanças ultrarrápidas de marcha, sem a necessidade de acionamento da embreagem) e o sistema de suspensão semiativa eletrônica Dynamic-ESA, que ajusta automaticamente o amortecimento de acordo com as condições do terreno

    Divulgação
  • 4. Ducati Panigale V4 S

    Preço: R$ 159.990

    Detalhes: Superesportivo desenvolvido tanto para amadores quanto para profissionais, este modelo conta com um motor de quatro cilindros, derivado da Desmosedici, da MotoGP. Segundo a marca, é concentrado em tecnologia, estilo e performance, com 1.103 cm3, 217 cv e uma relação potência/peso de 1,1 cv /kg.

    Divulgação
  • 3. Honda GL 1800 Gold Wing Tour

    Preço: R$ R$ 170.500

    Detalhes: Projetada para viagens de maior duração, este modelo é equipado com um motor compacto e totalmente novo, com 1.833 cilindradas, 6 cilindros horizontais e 24 válvulas SOHC e refrigeração líquida. Conta com baixo centro de gravidade e mínima vibração para uma pilotagem suave e silenciosa. Entre os recursos, estão o painel do motorista conectado aos celulares Android e iOS, sistema de som mais potente e airbag de fábrica.

    Divulgação
  • 2. Harley-Davidson CVO Limited

    Preço: R$ 214.500

    Detalhes: De produção limitada, o modelo é equipado com o motor de fábrica de maior cilindrada disponibilizado pela marca. Entre seus recursos estão o sistema Reflex Defensive Rider System (RDRS, projetado para adequar o desempenho da moto à tração disponível durante a pilotagem), faróis de LED com sensores adaptativos e fones de ouvido sem fio para capacete – que podem se conectar com até 16 motociclistas em um raio de 8,5 km.

    Divulgação
  • 1. BMW K 1600 Bagger

    Preço: R$ 248.500

    Detalhes: Motor de seis cilindros 24 válvulas com duplo comando, capaz de entregar 160 cv de potência a 7.750 rpm e 175 Nm de torque. Equipada com computador de bordo, manoplas e banco aquecidos, tem controle eletrônico de velocidade, farol direcional e partida sem chave, entre outros recursos tecnológicos.

    Divulgação

14. Honda CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports ES DCT

Preço: R$ 100.500

Detalhes: Além dos pneus sem câmara, a versão mais estradeira da linha conta também com um tanque de maior capacidade, protetores de manoplas e de cárter, piloto automático e suspensão eletrônica. O motor bicilíndrico entrega 99,3 cv de potência, com um sistema de torque desenvolvido para limitar o deslizamento da roda traseira – controlando a tração de acordo com cada tipo de terreno.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: