Avaliada em US$ 35 milhões, propriedade em San Diego foi inspirada nos jardins de Monet

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Com 16 hectares, uma imensa casa principal, lago particular e jardins franceses, esta Villa é uma das novidades do setor imobiliário de luxo de San Diego

A Villa Nafissa, um complexo sem igual a 42 quilômetros ao norte do centro de San Diego, no Rancho Santa Fe, tem mais de 16 hectares de terreno parecido com um parque, com um lago particular, cachoeiras, mais de 3.000 espécies de flora e jardins idílicos projetados para evocar o famoso jardim do pintor impressionista Claude Monet em Giverny, na França.

O imóvel, à venda por US$ 35 milhões, reflete um esforço de décadas que transformou a propriedade de um campo de terra em um vasto oásis exuberante, mas cheio de espaços íntimos. Recluso por portões e camuflado pela encosta que o cerca, o espaço traz a sensação de um moderno jardim secreto.

LEIA MAIS: Baccarat anuncia novo complexo de luxo em Miami

Apesar de reunir vários espaços abertos grandiosos, o complexo é bastante escondido e é preciso “descobri-lo”, diz o especialista em imóveis de luxo Jerome Kerr-Jarrett da Hilton & Hyland.

“Algumas vezes, me perdi andando pela propriedade”, brinca Kerr-Jarrett, ao refletir sobre a grandiosidade do imóvel. “Nem consigo me lembrar onde fica a área da fogueira; você tem que percorrer alguns caminhos diferentes para encontrá-la.”

Se perder no terreno é uma experiência mágica, conta o especialista. “Um minuto, você está à beira do lago em um jardim francês. O spa está escondido abaixo da piscina e é preciso percorrer um caminho de pedras naturais para chegar até a área com cascata e jardins murados. Já outro caminho o transporta para a Inglaterra, com fileiras de arcos e rosas trepadeiras acima de sua cabeça.”

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Insirada nos jardins franceses de Monet, a ponte cheia de flores da Villa Nafissa cruza o lago da propriedade

Basta considerar a academia, as quadras de esportes, a área de recreação infantil, a pista de corrida, a área de ioga e a produção de hortas orgânicas e hortas de frutas, para saber que há poucos motivos para deixar a propriedade, diz Kerr-Jarrett. “Tem tudo o que você poderia desejar.”

A residência principal, com quase 1.500 metros quadrados, foi construída sob encomenda e posicionada para ter o lago e os jardins logo abaixo dela. Reunindo materiais finos e artesanato, a residência combina elementos de design contemporâneo e europeu para uma aparência atemporal.

Duas casas de hóspedes separadas combinam-se em mais de 900 metros quadrados de espaço de convivência. Isoladas, com paisagismo próprio e vista para a área da piscina, as residências foram projetadas para serem totalmente autossuficientes da casa principal e incorporam vários quartos, áreas de estar e cozinhas.

LEIA MAIS: Leonardo DiCaprio compra mansão de US$ 7 milhões em Los Angeles

Um espaço reservado para atividades de lazer fica perto da área da piscina e incorpora uma grande sala de jantar, uma cozinha comercial, uma sala de mídia e um escritório no andar de cima. Uma garagem para oito carros e um pátio de entrada para 13 veículos completam a oferta.

BOOM IMOBILIÁRIO

A propriedade chega ao mercado em um momento em que as residências de luxo, principalmente as com espaço amplo, estão sendo vendidas com preço alto. O condado de San Diego, em geral, está vendo recordes imobiliários sendo quebrados mês após mês. Em abril, o preço médio das residências da região ultrapassou as máximas anteriores e chegou a US$ 700 mil – um aumento de 17,8% em um ano, de acordo com dados da CoreLogic.

O aumento repentino no mercado, como explica a agente imobiliária Monica Sylvester, foi alimentado por uma combinação de taxas de hipoteca recorde e uma demanda contínua por mais espaço que, para muitos, se consolidou durante a pandemia da Covid-19

“Durante toda a pandemia, acho que a mentalidade dos compradores tem sido: ‘Posso morar em qualquer lugar do mundo e trabalhar em qualquer lugar do mundo e ser igualmente produtivo’”, diz Monica. “Isso colocou o Rancho Santa Fe, a parte norte e a costa de San Diego em destaque, porque [os compradores] veem o valor dessas áreas.”

A ênfase no trabalho remoto e em uma vida mais flexível ajudou a criar um grupo maior de compradores para os mercados de luxo de San Diego. Muitos agora percebem que podem adquirir mais com seu dinheiro em áreas como Rancho Santa Fe, afirma Monica.

“Essa mesma propriedade em Beverly Hills, Atherton ou Woodside custaria mais de US$ 80 milhões. A área de San Diego, especialmente Rancho Santa Fe, tem um excelente valor para os compradores de alto nível.”

LEIA MAIS: Palácio de Versalhes abre seu primeiro hotel de luxo

Se uma coisa é certa, é que o mercado de luxo do condado de San Diego parece pronto para ainda mais atividade este ano.

Veja, na galeria a seguir, detalhes da propriedade em San Diego:

  • Reprodução/Forbes
  • Reprodução/Forbes
  • Reprodução/Forbes
  • Reprodução/Forbes
  • Reprodução/Forbes
  • Reprodução/Forbes
  • Reprodução/Forbes
  • Reprodução/Forbes
  • Reprodução/Forbes
  • Reprodução/Forbes

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).