De São Paulo à Amazônia: 8 hospedagens de luxo totalmente isoladas

Com piscinas e varandas privativas, estes hotéis em meio à natureza são ideias para renovar as energias com menos risco de contágio.

Beatriz Calais
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

Com muitos vidros, as cabanas da Nomad Place transmitem uma imersão completa na natureza

Acessibilidade


Nos últimos anos, o turismo de isolamento ganhou força em todo o mundo. De viagens ecológicas a circuitos em motorhomes, passando pelos espaços de glampings – nome dado aos acampamentos de luxo -, os passeios mais intimistas, sem a multidão dos grandes centros, foram se tornando cada vez mais atraentes aos olhos dos turistas. Quando a pandemia de Covid-19 chegou, essa tendência se fortaleceu ainda mais.

Quando o isolamento social nos foi imposto como uma das medidas mais importantes contra a disseminação do novo coronavírus, visitas a metrópoles lotadas e praias badaladas se tornaram alternativas inseguras, fazendo com que o turismo de isolamento fosse alçado ao posto de protagonista – a única opção viável para quem já estava cansado de ficar em casa por tanto tempo. Em contato com a natureza e com o conforto que diversos hotéis ao redor do país oferecem, é possível renovar as energias de uma forma consciente.

LEIA TAMBÉM: EXCLUSIVO: Por dentro do iate de luxo de R$ 23 milhões que tem espaço até para um “boat office”

Pensando nisso, a Forbes Brasil selecionou 8 hospedagens de luxo isoladas, de São Paulo ao Amazonas. São hotéis que contam com espaços exclusivos e privativos, além de passeios guiados para que o visitante possa mergulhar na realidade local. Observação de animais silvestres e oportunidade de apreciar o pôr do sol da varanda do quarto são alguns dos privilégios de quem escolhe passar alguns dias nesses locais.

Confira, na galeria abaixo, 8 opções de hospedagens de luxo com foco no isolamento:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
  • Altar

    Preço: a partir de R$ 900 por noite
    Localização: Represa de Jaguari

    Em 2020, o empresário Facundo Guerra, conhecido por comandar casas noturnas e restaurantes, decidiu construir uma opção para quem procura por descanso e dias longe da correria da cidade grande: uma casa flutuante. Batizada de Altar, a hospedagem, que pode ser alugada pelo Airbnb, fica no meio da represa de Jaguari, em São Paulo, e, além de oferecer uma experiência diferenciada em termos de vista, é 100% autossuficiente. Projetada pelo arquiteto Arthur Casas, o esgoto é tratado no próprio espaço e a eletricidade vem de painel solar e de baterias. Possui um quarto de casal, sala, banheiro, cozinha integrada à sala e lareira. Uma completa imersão em meio à natureza da Serra da Mantiqueira.

    Divulgação
  • Refúgio ecológico Caiman

    Preço: de R$ 3.350 a R$ 4.500 por noite (taxa ambiental de R$ 500 por pessoa pelo período da estadia)
    Localização: Pantanal, Mato Grosso do Sul

    Localizado em uma fazenda de gado de 53 mil hectares chamada Estância Caiman, no município de Miranda, a 236 km de Campo Grande, o Refúgio Ecológico Caiman é um dos destaques do ecoturismo no Pantanal sul-matogrossense. O espaço é formado por duas pousadas – Baiazinha, que possui seis apartamentos standard superiores, e Cordilheira, equipada com cinco suítes amplas, com quarto, sala e varanda. As duas contam com o mesmo padrão de serviço, além de piscina, ar condicionado nos apartamentos, banheiros privativos com banho aquecido e sala de estar climatizada. O valor da diária inclui, além da hospedagem, alimentação completa (café da manhã, almoço e jantar) e alguns passeios guiados pela região, como o safári pelo Pantanal e o tour cultural pela comunidade pantaneira.

    Divulgação
  • Parador Cambará do Sul

    Preço: cerca de R$ 1.479 por noite (casal)
    Localização: Cambará do Sul, Rio Grande do Sul

    À primeira vista, o hotel Parador impressiona pela sua estrutura, que conta com sete barracas em formato de casulo, todas com vista para os Campos de Cima da Serra. Cada casulo abriga duas pessoas e conta com ar condicionado, lençóis térmicos, amenidades L’Occitane, minibar cortesia e deque privativo com banheira de hidromassagem e lareira ecológica. Além das opções de lazer relaxantes, a recepção 24 horas do hotel organiza passeios pelas cachoeiras e cânions que ficam nos arredores.

    Divulgação
  • Villas de Trancoso

    Preço: cerca de R$ 2.000 por noite (casal)
    Localização: Trancoso, Bahia

    Cercado pela floresta tropical, o Villas de Trancoso oferece uma opção intimista para quem busca resgatar as energias na água salgada da Bahia. As 10 luxuosas acomodações, que podem ser de um ou dois quartos, estão situadas em 11 mil metros quadrados de jardins paisagísticos e a poucos passos da piscina, do spa, do restaurante e da praia. O espaço extenso da hospedagem proporciona um ar intimista e relaxante.

    Divulgação
  • Nomad Place

    Preço: de R$ 800 a R$ 1.361 por noite (casal)
    Localização: São Bento do Sapucaí, São Paulo

    Idealizada por Halmer Marques e inaugurada em junho de 2020, a Nomad Place é uma hospedagem compacta, com apenas duas cabanas de montanha em São Bento do Sapucaí, em São Paulo. A 1.670 metros de altitude, os quartos com vista para a Serra da Mantiqueira contam com cama queen, sofá cama, banheira privativa, cozinha completa, churrasqueira e Wi-Fi. O terreno de 50 mil metros quadrados tem uma horta orgânica e acesso a trilhas e cachoeiras da região. Tudo isso sem que o hóspede precise ter contato com atendentes. A proposta é isolamento completo, caso essa seja a vontade dos visitantes. Com muitos vidros, as cabanas transmitem uma imersão completa na natureza. “O terreno é muito bom. Lá para cima temos alguns platôs que podem ser explorados e o plano é criar outras cabanas lá no alto”, diz Halmer.

    Divulgação
  • Kenoa Resort

    Preço: cerca de R$ 4.244 por noite (casal)
    Localização: Barra de São Miguel, Alagoas

    Com apenas 23 acomodações, o Kenoa Resort, em Barra de São Miguel, Alagoas, conta com – nada mais, nada menos – do que uma praia particular para os hóspedes. Para quem busca ainda mais isolamento, é possível alugar uma casa de campo com varanda, ofurô, adega e piscina climatizada com borda infinita – tudo privativo. As suítes convencionais, embora um pouco menores, também contam com um terraço particular com banheira de madeira, TV de tela plana, frigobar e acesso à internet. No spa, há uma sala de ginástica e uma piscina coberta. Já na área externa, duas piscinas de borda infinita se confundem com o azul do mar no horizonte. O local oferece todo o conforto necessário para que os visitantes aproveitem Alagoas sem sair das dependências do hotel.

    Divulgação
  • Cristalino Lodge

    Preço: de R$ 1.653 a R$ 2.354 por noite (casal)
    Localização: Amazônia

    Inserido numa reserva particular e ecológica na Amazônia, os bangalôs do Cristalino Lodge exploram a beleza da floresta em sua decoração rústica e imersiva. Com muita madeira e detalhes em verde, a hospedagem não deixa que o visitante esqueça que está no centro da maior floresta tropical do mundo. Entre os passeios oferecidos estão trilhas na selva próxima ao rio Cristalino, canoagem e observação de pássaros – que também podem ser vistos do topo de duas torres especiais de 50 metros de altura feitas pelo hotel para apreciar a natureza e o pôr do sol.

    Divulgação
  • Txai Resorts Itacaré

    Preço: de R$ 1.690 a R$ 3.230 por noite (casal)
    Localização: Itacaré, Bahia

    Pertencente à associação de hotéis e restaurantes de luxo Relais & Châteaux, o Txai Resorts Itacaré, na Bahia, destaca-se por sua extensa opção de bangalôs privativos. O bangalô premium, por exemplo, é construído sobre um deque de madeira suspenso com varanda privativa, espreguiçadeiras e piscina particular. As outras opções de hospedagem – como o bangalô superior e o bangalô luxo – seguem o mesmo perfil, com foco em privacidade, isolamento e contato com a natureza.

    Divulgação

Altar

Preço: a partir de R$ 900 por noite
Localização: Represa de Jaguari

Em 2020, o empresário Facundo Guerra, conhecido por comandar casas noturnas e restaurantes, decidiu construir uma opção para quem procura por descanso e dias longe da correria da cidade grande: uma casa flutuante. Batizada de Altar, a hospedagem, que pode ser alugada pelo Airbnb, fica no meio da represa de Jaguari, em São Paulo, e, além de oferecer uma experiência diferenciada em termos de vista, é 100% autossuficiente. Projetada pelo arquiteto Arthur Casas, o esgoto é tratado no próprio espaço e a eletricidade vem de painel solar e de baterias. Possui um quarto de casal, sala, banheiro, cozinha integrada à sala e lareira. Uma completa imersão em meio à natureza da Serra da Mantiqueira.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: