Propriedade do magnata William Randolph Hearst em Beverly Hills vai a leilão por US$ 47 milhões

Propostas pela mansão precisam ser feitas até 10 de setembro.

Lauren Beale
Compartilhe esta publicação:
Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

A antiga mansão de William Randolph Hearst reconquistou sua notoriedade quando virou palco de grandes estrelas décadas atrás, ao ser apresentada no filme “O Poderoso Chefão”

Acessibilidade


A Beverly House, que já foi a casa do magnata dos jornais William Randolph Hearst em Beverly Hills, é indiscutivelmente a mais famosa das propriedades lendárias de Los Angeles.

Agora, depois de anos em processo de falência da companhia de comunicação devido à Grande Depressão de 1930, a propriedade localizada na 1011 North Beverly Drive vai a leilão. Documentos judiciais mostram que há uma oferta aceita em mãos de US$ 47 milhões. Mas isso estará sujeito a um lance quando a mansão realmente estiver disponível.

LEIA TAMBÉM: Cobertura londrina que pertenceu ao ator Hugh Grant está à venda por US$ 12,3 milhões

Para as pessoas que pretendem aumentar essa oferta, fica o aviso: os lances concorrentes devem começar com US$ 1 milhão e estão sujeitos a comprovação de fundos e uma oferta por escrito, de acordo com o agente imobiliário Gary Gold da Hilton & Hyland. “As propostas precisam ser feitas até 10 de setembro, depois vão para o tribunal para confirmação”, acrescenta.

O complexo de 14.160 metros quadrados movimenta o mercado imobiliário há quase 15 anos. O advogado-investidor Leonard M. Ross comprou a propriedade há mais de quatro décadas e o comercializou por até US$ 195 milhões, quando incluía uma casa e uma área adicional.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em 2013, a residência usada como museu estava disponível para locação por US$ 600 mil por mês.

Na época, o presidente e cofundador da Hilton & Hyland, Jeffrey Hyland, disse ao “The Los Angeles Times” que o preço não tinha precedentes. “Pode ser o aluguel mais caro do país.”

Mais recentemente, Gold colocou a propriedade à venda por um preço inicial de US$ 69,95 milhões.

VEJA MAIS: 12 hotéis espetaculares em países que já abriram suas fronteiras para turistas brasileiros

A verdade é que é quase impossível definir um valor para algo com tanta história cultural. A mansão de 2.600 metros quadrados foi construída por um banqueiro local, Milton Getz, em 1926. William Randolph Hearst passou seus dias no imóvel na companhia da atriz Marion Davies. John e Jackie Kennedy passaram a lua de mel lá – muito antes de ele se tornar presidente dos Estados Unidos.

E a mansão projetada por Gordon Kaufmann não é desconhecida do público norte-americano. A propriedade foi usada nas locações das filmagens de “O Poderoso Chefão”, “O Guarda-Costas” e “Black Is King”, de Beyoncé.

“A combinação do lote enorme, a casa grande e a história fazem esta oferta muito rara”, diz Gold.

A propriedade em si é digna das estrelas. Uma longa entrada privada leva do portão a um pátio para estacionamento dos automóveis e a uma fonte na frente da residência.

Uma vez lá dentro, os visitantes são recebidos com tetos esculpidos detalhadamente, paredes com painéis e um hall de entrada de 15 metros. A sala de estar possui tetos arqueados pintados à mão de seis metros de altura. A biblioteca de dois andares é envolta em madeira entalhada à mão. As janelas grossas e personalizadas conferem um tom silencioso à sala.

A sala de bilhar mantém o piso original em parquet espinha de peixe. O imóvel tem oito quartos e 15 banheiros.

LEIA TAMBÉM: Os 14 melhores restaurantes recém-inaugurados em Londres

Na parte traseira, uma série de cachoeiras em cascata levam às três piscinas e a uma casa da piscina ladeada por colunas.

Gold acredita que quem comprar a propriedade terá uma grande oportunidade, principalmente se tiver paciência e visão para fazer uma renovação. “Você não pode construir uma casa como esta em Beverly Hills hoje. Quem comprá-la e reformá-la, terá em mãos uma casa que pode valer mais de US$ 100 milhões.”

Veja, na galeria de fotos abaixo, mais detalhes sobre a propriedade em Beverly Hills:

  • A biblioteca é um recanto de dois andares, possui paredes com painéis e uma lareira proveniente do Castelo Hearst em San Simeon

    Reprodução/Forbes
  • A sala de bilhar possui uma lareira proveniente do Castelo Hearst em San Simeon

    Reprodução/Forbes
  • Um teto enrolado em barril decorado com estêncil elaborado atrai os olhos para cima dentro da propriedade Hearst

    Reprodução/Forbes
  • O bar speakeasy de inspiração Art Déco dentro da propriedade Hearst em Beverly Hills

    Reprodução/Forbes
  • Portas esculpidas se abrem para a sala de jantar dentro da propriedade Hearst

    Reprodução/Forbes
  • Vista aérea da propriedade Hearst em Beverly Hills

    Reprodução/Forbes
  • A piscina e a área do pavilhão evocam outra das casas icônicas de William Randolph Hearst: Hearst Castelo em San Simeon

    Reprodução/Forbes

A biblioteca é um recanto de dois andares, possui paredes com painéis e uma lareira proveniente do Castelo Hearst em San Simeon

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: