3 uísques escoceses ultrarraros que são um verdadeiro investimento

Talisker Xpedition Oak 43 anos, The Singleton 54 anos e Gordon & MacPhail's Generations 80 anos são brilhantes de maneiras diferentes.

Karla Alindahao
Compartilhe esta publicação:
Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Coleção The Singleton Paragon of Time 54 anos

Acessibilidade


É preciso respeitar um uísque que atingiu a meia-idade – ou mais. E, no que me diz respeito, não há idade para que uísques desse calibre se aposentem. Porque, com o passar dos anos, eles podem ter se tornado algo incrivelmente especial, que vale mais de trinta minutos do tempo de qualquer um. Afinal, essas bebidas demoraram décadas para chegar à garrafa e merecem mais do que ser consumidas rapidamente e sem saborear.

Pelo menos foi assim que me senti ao experimentar três uísques mais velhos do que meus 39 anos: o Talisker Xpedition Oak 43 anos, o The Singleton Paragon of Time No.2 54 anos e o Gordon & MacPhail’s Generations 80 anos – todos eles brilhantes de maneiras diferentes.

LEIA TAMBÉM: 10 hotéis de luxo em vinícolas para conhecer ao redor do mundo

E como acontece com muitas coisas que exigem uma quantidade extraordinária de tempo e cuidado para criar, cada uma dessas bebidas vai custar caro – a menos que você tenha a sorte de ser rico como Jeff Bezos. E se for, se encoraje a procurar essas garrafas. A distribuição é extremamente limitada – e a demora na compra pode levar a aumentar ainda mais o valor. Ou, pior, não encontrá-las mais. Portanto, considere isso uma “dica de investimento em uísque”.

Veja, na galeria abaixo, mais detalhes sobre os três uísques:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
  • Talisker Xpedition Oak 43 anos

    Preço: US$ 4.000 (R$ 21.460) por 750 ml | Distribuição: 1.830 garrafas | Teor alcóolico: 49,7%

    No verdadeiro estilo da Ilha de Skye, Talisker 43 é salgado e salino sem excessivo na potência. E uma de suas qualidades mais atraentes é o acabamento levemente açucarado, que dura mais tempo do que qualquer bebedor veterano de uísque poderia esperar. E, na minha mente, é tudo sobre o acabamento – um acabamento como esse não é uma tarefa fácil de se conseguir. (E, francamente, não é como se alguém pudesse controlar completamente como será o acabamento de um uísque.)

    Além disso, há uma pequena história divertida por trás do perfil de sabor do Talisker 43: essa bebida em particular se deve, em parte, à madeira usada no envelhecimento. O aventureiro James Aiken fez uma viagem transatlântica de 3.264 quilômetros carregando blocos de madeira no convés. Quando ele voltou para a Escócia, os blocos mencionados – que foram salpicados com água do mar e expostos aos elementos – foram incorporados aos barris usados ​​na maturação final do Talisker 43. E isso fez toda a diferença. “Esse uísque é um único malte sublime que captura o auge dos aromas-chave da Talisker: especiarias, doçura, ceroso e cremoso, com uma sensação de maresia na manhã seguinte a uma tempestade”, diz Ewan Gunn, sênior global da Diageo. “As quatro décadas de maturação deram um sabor completo, mas uma suavidade a essa bebida ousada, resultando em uma experiência arredondada e elegante.”

    Reprodução/Forbes
  • The Singleton Paragon of Time No. 2: 54 anos

    Preço: US$ 40.100 (R$ 215.180) por 750 ml | Distribuição: 235 garrafas | Teor alcoólico: 44,1%

    Das três bebidas, o The Singleton 54 é, de longe, a minha favorita do lote: há dez milhões de coisas acontecendo em seu paladar. Veja, com algo que tem mais de meio século, você tende a esperar algo “mais monótono” ou um pouco mais moderado pelo tempo. Ou você pode obter algo que é esmagadoramente acentuado em carvalho. No entanto, o que você obtém é exatamente o oposto: esse uísque 54 anos é vibrante – como uma mulher que não deixou este mundo em ruínas bagunçar sua energia. É brilhante, fresco. Tem um sabor muito “vivo”.

    E me lembra grama molhada e vegetação verdejante – como o aroma da Escócia após uma chuva torrencial. Uma coisa que ressoa comigo sobre o Paragon of Time é como ele muda em sua boca enquanto você bebe. E muda na segunda vez que você o tem – fazendo você notar as outras nuances sutis. Com o tempo, aquele sabor “verde limpo” dá lugar a uma doçura silenciosa que é quase imperceptível – mas também rica. Seu equilíbrio é incrível. Tanto que não há necessidade de gota d’água para abri-lo.

    Reprodução/Forbes
  • Gordon & MacPhail Generations 80 anos da Destilaria Glenlivet

    Preço: sob consulta | Distribuição: 250 garrafas de 700 ml | Teor alcoólico: 44,9%

    Embora essa obra-prima de 80 anos seja um clássico Sherry bomb, seu sabor se apresenta caleidoscópico enquanto se bebe: tem nibs de cacau muito escuros, grãos de café, cascas cítricas secas, frutas de caroço e floresta escura. Devo observar que Gordon & MacPhail’s Generations 80 anos é uma refeição com vários pratos e é consumido melhor sozinho na companhia de uma lareira e alguns pensamentos calorosos (ou profundos). Este não é o tipo de uísque que eu combinaria com qualquer coisa, porque seus sabores evoluem, como qualquer uísque bem feito. É o tipo de bebida que dá vontade de pensar.

    Mas mais sobre sua história: em fevereiro de 1940, George Urquhart depositou o destilado de Glenlivet em um barril de carvalho feito especialmente para a Gordon & MacPhail. E o conteúdo desse barril (nº 340) foi engarrafado em fevereiro de 2020. O designer e arquiteto Sir David Adjaye OBE projetou o decantador de cristal Glencairn incrivelmente moderno, enquanto o casal por trás do Wardour Workshops, Arabella e Dom Parish, criou um “pavilhão” de carvalho para abrigá-lo. A garrafa nº 1 será leiloada na Sotheby’s, em Hong Kong, em 7 de outubro (por uma estimativa de HK$ 800.000 to HK$ 2.000.000, ou RS 551.420 a R$ 1.378.560). O vencedor também conhecerá Adjaye durante uma degustação de uísque para quatro pessoas em Londres – liderada pelo diretor de prestígio da Gordon & MacPhail, Stephen Rankin. Além disso, ele também receberá a tampa emoldurada do Barril nº 340 e a única litografia assinada dos estudos de conceito de Adjaye. Os rendimentos do leilão irão beneficiar a Trees for Life, uma organização dedicada à reconversão das Terras Altas da Escócia – especificamente a Floresta Caledonian.

    Reprodução/Forbes

Talisker Xpedition Oak 43 anos

Preço: US$ 4.000 (R$ 21.460) por 750 ml | Distribuição: 1.830 garrafas | Teor alcóolico: 49,7%

No verdadeiro estilo da Ilha de Skye, Talisker 43 é salgado e salino sem excessivo na potência. E uma de suas qualidades mais atraentes é o acabamento levemente açucarado, que dura mais tempo do que qualquer bebedor veterano de uísque poderia esperar. E, na minha mente, é tudo sobre o acabamento – um acabamento como esse não é uma tarefa fácil de se conseguir. (E, francamente, não é como se alguém pudesse controlar completamente como será o acabamento de um uísque.)

Além disso, há uma pequena história divertida por trás do perfil de sabor do Talisker 43: essa bebida em particular se deve, em parte, à madeira usada no envelhecimento. O aventureiro James Aiken fez uma viagem transatlântica de 3.264 quilômetros carregando blocos de madeira no convés. Quando ele voltou para a Escócia, os blocos mencionados – que foram salpicados com água do mar e expostos aos elementos – foram incorporados aos barris usados ​​na maturação final do Talisker 43. E isso fez toda a diferença. “Esse uísque é um único malte sublime que captura o auge dos aromas-chave da Talisker: especiarias, doçura, ceroso e cremoso, com uma sensação de maresia na manhã seguinte a uma tempestade”, diz Ewan Gunn, sênior global da Diageo. “As quatro décadas de maturação deram um sabor completo, mas uma suavidade a essa bebida ousada, resultando em uma experiência arredondada e elegante.”

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: