Rainha Elizabeth retomará funções após comemorar marca histórica

A rainha se tornou a primeira soberana britânica a passar sete décadas no trono em uma dinastia que remonta quase 1.000 anos.

Da Reuters
Compartilhe esta publicação:
Rainha Elizabeth II
Rainha Elizabeth II

A rainha se tornou a primeira soberana britânica a passar sete décadas no trono em uma dinastia que remonta quase 1.000 anos

Acessibilidade


A rainha Elizabeth, que celebrou o 70º aniversário de sua ascensão ao trono britânico no fim de semana, retornará às suas funções normais, disse uma fonte do Palácio de Buckingham hoje (07), tendo sido aconselhada pelos médicos a ir com calma.

LEIA TAMBÉM: Elizabeth II faz 70 anos de reinado; veja fotos

A monarca de 95 anos, com mais longo reinado da história, tem sido pouco vista em público desde que passou uma noite no hospital em outubro passado por uma doença não especificada e foi instruída por sua equipe médica a descansar.

No domingo, ela se tornou a primeira soberana britânica a passar sete décadas no trono em uma dinastia que remonta quase 1.000 anos ao rei normando William I e sua conquista da Inglaterra em 1066.

LEIA TAMBÉM: Rainha Elizabeth deseja que Camilla seja nomeada rainha consorte

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Palácio de Buckingham disse que a rainha, que passou a ocasião em sua residência em Sandringham, no leste da Inglaterra, já havia retornado à sua casa no Castelo de Windsor, onde retomará suas funções oficiais.

Apesar de sua idade avançada e da perda do marido, o príncipe Philip, no ano passado, ela continuou a realizar alguns compromissos, e uma fonte do palácio disse que agora retomará sua rotina de audiências e reuniões, tanto pessoalmente quanto virtualmente.

LEIA TAMBÉM: Charles agradece bênção de Elizabeth à ‘Rainha Camilla’ em dia de homenagem por jubileu

Ela deve comparecer pessoalmente a três compromissos em março: uma recepção diplomática no Castelo de Windsor, a Cerimônia da Commonwealth na Abadia de Westminster, em Londres, e uma cerimônia de ação de graças no mesmo local pela vida de Philip, seu marido por 73 anos, que morreu aos 99 anos em abril passado.

Compartilhe esta publicação: