Conheça o mais novo e melhor passeio de bicicleta do mundo

Região do estado norte-americano de Utah foi eleita a nova sede do Campeonato Mundial de Ironman em 40 anos.

Larry Olmsted
Compartilhe esta publicação:
Mason Converse Media
Mason Converse Media

Ciclistas enfrentando a rota de bicicleta do Ironman em St. George, Utah

Acessibilidade


Todo esporte tem suas mecas e templos, uma lista de lugares para assistir ou jogar. Para o golfe é o Old Course em St. Andrews; para o beisebol, Wrigley Field; para o tênis, Wimbledon. Os esquiadores andam pelas pistas da Copa do Mundo e das Olimpíadas, e os corredores sonham em um dia se classificar para a Maratona de Boston.

O ciclismo também tem seus lugares especiais, como Moab, para mountain bike, e as subidas mais famosas do Tour de France e Giro d’Italia para roadies, como o Alpe d’Huez e o Passo Stelvio, respectivamente.

VEJA TAMBÉM: Destinos incomuns para uma primeira grande viagem pós-pandemia

Mas as maiores corridas de ciclismo mudam de rota anualmente (às vezes de forma radical) e esses famosos percursos são muitas vezes deixados de fora. O ciclismo olímpico é discreto, com apenas um grande evento internacional que permaneceu praticamente inalterado por quatro décadas, criando uma rota que atrai ciclistas ávidos e que se manteve incomparável. Até agora.

Todos no mundo do ciclismo (e fãs de corrida, natação e esportes em geral) sabem sobre o lendário Campeonato Mundial de Ironman em Kona, no Havaí. O maior evento no calendário de triatlo – e sem dúvida o maior em esportes de resistência – também foi o primeiro, já que o esporte em si foi inventado no Havaí. Desde então, nos deu centenas de triatlos em todo o mundo – completo, meio, comprimento olímpico, sprint, mini e assim por diante. Mas, até este ano, Kona sempre foi o destino do Santo Graal para essas peregrinações de ciclismo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Devido à Covid-19 e aos muitos competidores estrangeiros visitantes, os organizadores mudaram o Campeonato Mundial de Ironman 2021/2022 para fora da ilha pela primeira vez desde que ela começou em 1978. Isso significa uma rota totalmente nova de ciclismo (e corrida e natação) em um cenário diferente – e, mesmo difícil de acreditar, ainda mais atraente.

No momento, o ciclismo está mais popular do que nunca e, embora quase todas as formas de recreação ao ar livre tenham crescido durante a pandemia, a modalidade teve um dos maiores aumentos – uma tendência que estava em alta antes mesmo da Covid. As vendas de bicicletas e peças aumentaram mais de um terço de 2018 a 2019 e, depois de permanecerem inalteradas por mais de uma década, 2020 registrou um aumento de adeptos, com 4% da população adulta dos EUA pedalando pela primeira vez ou pela primeira vez em anos. O número foi uma alta impressionante, uma vez que apenas 20% da população pedalava antes.

Quanto às viagens, as principais operadoras de passeios de bicicleta (como Butterfield & Robinson, Backroads, Gray & Co. e DuVine) relatam reservas recordes e não conseguem ser rápidos o suficiente para atender tamanha demanda.

Dave Becker

Mas, ao contrário de destinos populares de passeios de bicicleta, como Toscana e Borgonha, nenhuma empresa de turismo é necessária para esta viagem. Ela é um dos (grandes) passeios mais fáceis do mundo para se organizar sozinho. E se você gosta de andar de bicicleta, vai querer fazer exatamente isso.

A nova casa do Ironman é St. George, Utah, na parte sudoeste dos EUA, que possui a paisagem mais natural e distinta do país. A área ao redor e incluindo St. George é conhecida como a região da Grande Zion, lar do terceiro Parque Nacional mais visitado do país.

VEJA TAMBÉM: Os 10 lugares mais lindos do mundo, segundo a ciência

Por lá, o Deserto de Mojave, o Planalto do Colorado e a Grande Bacia convergem para criar mais de 6.200 quilômetros quadrados de atividades ao ar livre épicas, de mergulho a golfe, caminhadas incríveis e muito mais.

St. George é cercada por formações rochosas vermelhas e desfiladeiros, o tipo de paisagem pelos quais parques de Utah, como Zion, Canyonland, Arches e Capitol Reef, são famosos. A opinião local é que, se não fosse esse conjunto de riquezas naturais de Utah, o famoso Snow Canyon State Park também seria um parque nacional – e é por lá que a pista de corrida passa.

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Região de Grand Zion, em Utah, EUA

Assim como os organizadores olímpicos costumam testar locais com outras corridas ou eventos de alto nível antes do principal, St. George teve grande sucesso recente hospedando o Campeonato Norte-Americano de Ironman e o Campeonato Mundial de Ironman 70.3 (meio). Diante disso e dos muitos apelos da região, os organizadores transferiram a mãe de todas as corridas para cá em 2022, para o dia 7 de maio.

A beleza que isso significa para os ciclistas recreativos é a primeira nova rota de ciclismo do Campeonato Mundial de Ironman de 180 quilômetros em 40 anos. Além disso, como o World 60.3 chegou pela primeira vez em 2021, também há uma nova rota do Campeonato Mundial de 90 quilômetros para os menos ambiciosos. Ambos os passeios passam pela deslumbrante paisagem de rochas vermelhas e são classificados como “montanhosos”.

Além do fator novidade, para o ciclista viajante, St. George possui algumas vantagens concretas sobre Kona, por mais que eu ame o Havaí. Utah é muito mais acessível que o Havaí, uma viagem muito maior e muito mais cara. O aeroporto de St. George fica a 15 minutos do centro da cidade, servido pelas principais operadoras, e a cidade fica a menos de duas horas na interestadual de Las Vegas, lar de paradas baratas de todo o mundo (e uma potencial diversão complementar ou destino de “recuperação” pós-viagem).

A rota de ciclismo em si tem menos calor e vento, é um loop (na verdade, dois loops diferentes), não uma rota de ida e volta como Kona, e há menos tráfego. E, francamente, enquanto os primeiros cinco minutos de pedalada por campos de lava negra que irradiam calor são lindos, a paisagem se torna rapidamente enjoativa. Esses lindos cânions não. Se você andar de bicicleta de estrada e de montanha, o mountain bike aqui é muito superior, verdadeiramente de nível mundial, e o aluguel de ambas as modalidades está amplamente disponível.

 VEJA TAMBÉM: 10 lugares bacanas para viajar nos próximos 10 anos

O novo percurso para o Campeonato Mundial de maio foi anunciado há alguns meses. Ainda há tempo para a oportunidade única de pedalar antes dos profissionais, e o clima agora é absolutamente perfeito. As empresas Bicycles Unlimited, IBBC Cyclery and Multisport e Rapid Cycling Bike Shop alugam bicicletas de estrada. Praticamente todas as lojas também alugam bicicletas de montanha e gravel e lugares como o Red Rock Bicycle Company também oferecem bicicletas elétricas de estrada.

É possível organizar todo o passeio sozinho facilmente, mas, se quiser uma ajuda, a Paragon Adventures é uma empresa fantástica com a qual eu andei no Colorado. Ela atende a região e pode fazer passeios rodoviários assistidos por van para atender às suas necessidades, bem como muitas opções mais ativas, incluindo canyoning e mountain bike.

Para fazer uma viagem no estilo Ironman, você pode montar o biggie, o 112-miler, o half ou ambos para uma visita verdadeiramente épica. Mas há mais para ciclistas de estrada: Greater Zion tem mais de 90 quilômetros de ciclovias pavimentadas e sem carros (e mais em construção) e um ótimo passeio de 37 quilômetros chamado Mayor’s Loop. Também é possível andar na estrada principal do Parque Nacional de Zion de ida e volta.

É também um grande destino de mountain bike, lar do evento extremo de maior destaque do mundo, o Red Bull Rampage, e há mais de 480 quilômetros de excelentes trilhas ao redor da cidade, incluindo Red Cliffs Desert Preserve. O Snake Hollow Bike Park, com 32 hectares de saltos, acostamentos, rampas e pontes divididas em quatro pistas para diferentes níveis de habilidade, é o único parque de bicicletas aberto o ano todo em Utah.

Por causa de suas incríveis atividades ao ar livre, a região da Grande Zion abriga alguns resorts fitness como o Red Mountain. Há muitos hotéis básicos e de médio porte, mas o melhor lugar para se hospedar na região é o novo Advenire, um Marriott Autograph Collection (Bonvoy) que elevou o jogo de hospedagem local bem no centro de St. George, com um ótimo restaurante e a uma curta distância de outros, na mesma rua da nova escultura de Ironman, peça central da cidade.

VEJA TAMBÉM: 40 novos hotéis luxuosos pelo mundo para conhecer em 2022

O Advenire está sempre esgotado em eventos como o Ironman e o Red Bull Rampage, pois é a escolha de patrocinadores, equipes de TV e organizadores, mas em outros momentos é uma ótima base de aventura para quem gosta de aconchego.

Compartilhe esta publicação: