Escultura "O Pensador", de Rodin, é leiloada por R$ 58,6 milhões em Paris

Datada de 1880, obra é uma das 40 peças autênticas feitas pelo artista francês em vida

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Sarah Meyssonnier/Reuters
Sarah Meyssonnier/Reuters

Escultura “O Pensador”, de Auguste Rodin

Acessibilidade


Uma escultura de “O Pensador”, do artista Auguste Rodin, uma das obras de arte mais icônicas do mundo, foi vendida por € 10,7 milhões (R$ 58,6 milhões) em um leilão em Paris hoje (29).

A casa de leilões Christie’s havia estimado que a escultura, uma das cerca de 40 peças autênticas feitas por Rodin, seria vendida por um valor entre € 9 milhões e € 14 milhões. O recorde para uma escultura de “Pensador” foi estabelecido em um leilão da Sotheby’s em Nova York em 2013, quando uma peça foi vendida por US$ 15,3 milhões.

Leia mais: Mansão de R$ 581 milhões em Hong Kong é a mais cara de 2022

Quando foi concebido por Rodin em 1880, em seu tamanho original de aproximadamente 70 cm, “O Pensador” era chamado de “O Poeta”, e foi pensado como um elemento para coroar a “Porta do Inferno”, outra grande obra do escultor francês.

A escultura inicialmente representava Dante, o poeta medieval italiano e autor da Divina Comédia, ao se inclinar para a frente para observar os círculos do Inferno, enquanto meditava sobre seu trabalho.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Embora tenha continuado em seu lugar na monumental Porta do Inferno, “O Pensador” foi exibido individualmente em 1888 e se tornou então uma obra independente.

A estátua foi ampliada em 1904, e versões monumentais em tamanho real da obra, como a que está em exibição no Museu Rodin, em Paris, se mostraram ainda mais populares, com a imagem de um homem perdido em pensamentos, mas cujo corpo musculoso sugere uma grande capacidade de ação.

A peça vendida hoje pela Christie’s foi do tamanho do modelo original.

Compartilhe esta publicação: