Dez paraísos escondidos para fazer fotos sem multidões

Esses destinos não muito conhecidos são perfeitos para tirar fotografias incríveis longe das multidões

Duncan Madden
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

A geleira Vatnajökull, na Islândia, é um dos paraísos mais fotogênicos do mundo

Acessibilidade


Vivemos em um mundo centrado em fotos. Tire férias e há uma forte probabilidade de que, não importa o quão longe você viaje ou quão remoto seja o local, você vai compartilhar a vista como um influenciador com a intenção de conseguir a foto perfeita para um post no Instagram.

Mas o mundo é um lugar grande e há muitos cantos escondidos que oferecem a oportunidade perfeita para fotos, se você souber onde procurar. Confira a seguir, 10 destinos “instagramáveis” que não são muito conhecidos – mas que te dão a oportunidade perfeita de apreciar e fotografar algumas vistas espetaculares sem multidões.

Leia mais: 12 experiências de viagem incríveis para se ter uma vez na vida

Stairway to Nothingness

Reprodução/Forbes

No alto dos Alpes austríacos, perto da cidade de Schladming, a chamada Stairway to Nothingness (“escadaria para lugar nenhum”, em português) certamente faz jus ao seu apelido. Uma extraordinária ponte suspensa de cerca de 400 metros de altura que serpenteia ao redor da montanha antes de descer para uma plataforma de observação de vidro oferece vistas da montanha de cair o queixo a cada passo de sua extensão.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Beenkeragh

Reprodução/Forbes

O segundo pico mais alto da Irlanda, com 1.160 metros, Beenkeragh fica na cordilheira MacGillycuddy’s Reeks, no lindo condado de Kerry. A longa, mas suportável, caminhada pelas encostas rochosas leva você ao topo da ‘entrada de Carrauntoohil’ (a montanha mais alta da Irlanda) e oferece vistas vastas e arrebatadoras das colinas, montanhas e lagos ao redor. E embora você não precise se preocupar com multidões contaminando suas fotos, a névoa pode não ser tão cooperativa.

Salar de Uyuni

Reprodução/Forbes

As salinas da Bolívia são, há muito tempo, um rito de passagem para mochileiros de todo o mundo, atraídos por suas paisagens sobrenaturais e oportunidades milagrosas de miragens fotográficas quando as chuvas se acalmam. E embora isso certamente o desqualifique como um local secreto, o Salar de Uyuni é o maior lago salgado da Bolívia, com 10.300 quilômetros quadrados de tamanho – mais do que grande o suficiente para tirar a foto perfeita.

Caverna de Gelo Vantajökull

Reprodução/Forbes

A Islândia não é um país sem maravilhas naturais, mas suas cavernas de gelo são talvez seu tesouro mais surreal e fotogênico. Longa e sinuosa “como uma cobra temível” que atravessa a geleira Vatnajökull, a maior da Islândia, é a Caverna de Gelo Anaconda. Também conhecida como a Caverna de Gelo de Cristal, entre e logo descobrirá o porquê: é uma porta de entrada para um mundo de azuis cintilantes que descem mais de 90 metros sob o gelo.

Caverna Waitomo Glowworm

Reprodução/Forbes

A Islândia não detém o monopólio de cavernas espetaculares, e a Caverna Waitomo Glowworm, do outro lado do mundo, na Nova Zelândia, demonstra isso muito bem. Suba em um barco e flutue por essas cavernas de 30 milhões de anos, iluminadas por dezenas de milhares de vagalumes exclusivos da Nova Zelândia (Arachnocampa luminosa), transformando o teto da caverna em um céu estrelado brilhante.

Leia mais: 10 lugares bacanas para viajar nos próximos 10 anos

Ilhas Lofoten

Reprodução/Forbes

Conhecido por sua exposição à aurora boreal, este arquipélago remoto na costa da Noruega parece sair das páginas de um livro de Tolkien. Ilhas montanhosas dramáticas se projetam violentamente para cima de mares e lagos turquesa gelados, marcando a paisagem com oportunidades fotográficas únicas em cada esquina. E com ciclovias fantásticas espalhadas por suas encostas, o isolamento nunca é mais do que alguns pedais de distância. O paraíso de um fotógrafo.

Metrô de Estocolmo

Reprodução/Forbes

Talvez não seja o primeiro lugar que vem à mente para uma oportunidade de fotografia, mas a ferrovia subterrânea da capital sueca é famosa pela arte vibrante e colorida de suas muitas estações semelhantes a cavernas. Apareça na hora do rush e você sem dúvida estará cercado por multidões, mas como David Altrath prova em sua linda série de fotos “Metro”, escolha seu horário e você poderá encontrá-los vazios de pessoas, mas cheios de potencial para uma fotografia urbana épica.

Planalto de Valensole

Reprodução/Forbes

De volta ao ar livre, o Planalto de Valensole, na Provença francesa, abriga milhares de campos de lavanda que, na estação, cobrem a paisagem em fileiras simétricas até o horizonte. Eles são tão abundantes que sua cor roxa profunda parece brilhar e se fundir no céu, pintando uma tela extraordinária que é a própria definição de uma oportunidade fotográfica romântica. Vá ao pôr do sol para aumentar a espetacularidade.

Montanhas Rochosas canadenses

Reprodução/Forbes

Abrangendo as províncias da Columbia Britânica e Alberta, as Montanhas Rochosas do Canadá são as maiores da América do Norte e um paraíso de picos escarpados, florestas densas, lagos glaciais, cachoeiras estrondosas e uma vida selvagem diversificada – todos ingredientes deliciosos na receita para uma foto perfeita. Faça a sua escolha, leve sua melhor lente e terá a garantia de encontrar a perfeição fotográfica sem pessoas.

Parque Nacional Namib-Naukluft

Reprodução/Forbes

Distribuído entre a costa atlântica da Namíbia e a borda da Grande Escarpa, o Parque Nacional Namib-Naukluft inclui o Deserto do Namib (o mais antigo do mundo), a Cordilheira Naukluft e a lagoa Sandwich Harbour, todos perfeitos para fotógrafos. Mas são os vales de sal e argila de Sossusvlei e Deadvlei, cercados por dunas quase vermelho-sangue e pontilhadas com os esqueletos negros de carvão de árvores Camelthorn (Acacia) mortas há muito tempo, que oferecem alguns dos pontos mais fotogênicos, mas menos visitados no mundo.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: