Enfermeira de 54 anos é a primeira pessoa vacinada contra Covid-19 no Brasil

Amanda Perobelli-Reuters
Amanda Perobelli-Reuters

EA enfermeira Mônica Calazans foi a escolhida para ser a primeira brasileira vacinada com a CoronaVac

A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, tornou-se hoje (17) a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 no Brasil, minutos após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o uso emergencial das vacinas CoronaVac, do laboratório chinês Sinovac, e Oxford-AstraZeneca.

Mônica é negra e enfermeira da linha de frente no combate à pandemia e atua na UTI da unidade que, segundo comunicado, hoje possui 60 leitos e desde abril mantém mais de 90% de taxa de ocupação.

VEJA TAMBÉM: Anvisa aprova por maioria uso emergencial de vacinas CoronaVac e da AstraZeneca

Mônica, enfermeira do Hospital Emílio Ribas, em São Paulo, levantou os braços para comemorar depois de ter recebido a primeira dose da CoronaVac, vacina que foi testada no Brasil pelo Instituto Butantan. Ela foi voluntária nos testes da vacina e, como recebeu o imunizante agora, fez parte do grupo placebo do estudo.

Ela é enfermeira da linha de frente no combate à pandemia e atua na UTI da unidade.

A vacinação foi acompanhada pelo governador de São Paulo, João Doria, que tem na vacina contra a Covid-19 seu grande trunfo na disputa política com o presidente Jair Bolsonaro. Doria é provável candidato à Presidência em 2022, quando Bolsonaro tentará a reeleição.

“Hoje é o Dia V. V de vida, de vacina”, disse Doria a jornalstas instantes antes de Mônica ser vacinada. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).