Capitão britânico Sir Tom Moore morre de Covid-19 aos 100 anos

Veterano da Segunda Guerra Mundial arrecadou milhões de libras esterlinas para o Serviço Nacional de Saúde.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Peter Cziborra/Reuters
Peter Cziborra/Reuters

Veterano da Segunda Guerra Mundial havia sido diagnosticado com Covid-19 no dia 22 de janeiro

Acessibilidade


O capitão Sir Tom Moore, veterano britânico da Segunda Guerra Mundial que arrecadou milhões de libras esterlinas para profissionais da saúde da linha de frente da batalha contra a Covid-19, morreu aos 100 anos de idade, disse sua família hoje (2).

“É com grande tristeza que anunciamos a morte de nosso querido pai, o capitão Sir Tom Moore”, disseram suas filhas em um comunicado.

LEIA MAIS: Vacina russa Sputnik V é 91,6% eficaz em teste de estágio avançado

Moore faleceu na manhã de hoje no Hospital Bedford. Ele havia sido diagnosticado com Covid-19 no dia 22 de janeiro e estava lutando contra uma pneumonia. Nos últimos cinco anos, Moore recebeu tratamento para câncer da próstata e de pele, informou sua família.

Ele não havia sido vacinado contra a Covid-19 por causa do outro medicamento que estava recebendo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Moore sensibilizou o Reino Unido submetido a um lockdown ao andar por seu jardim com a ajuda de um andador para arrecadar 38,9 milhões de libras para o Serviço Nacional de Saúde.

Seu feito espalhou alegria em meio às notícias sombrias do surto de coronavírus.

“O último ano da vida de nosso pai foi nada menos que notável. Ele rejuvenesceu e viveu coisas com as quais só havia sonhado”, disseram suas filhas.

“Embora tenha estado em tantos corações somente por um período curto, ele foi um pai e avô incrível, e permanecerá vivo em nossos corações para sempre”.

VEJA TAMBÉM: China libera exportação de insumos para mais 8,7 mi de doses da CoronaVac

Criado em Yorkshire, no norte da Inglaterra, Moore serviu na Índia, em Burma e em Sumatra durante a Segunda Guerra Mundial.

“Lamento muito saber que o capitão Tom faleceu no hospital”, disse o ministro britânico da Saúde, Matt Hancock, no Twitter. “Ele foi um grande herói britânico que mostrou o melhor de nosso país”. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: