Atletas do Japão não tomarão vacinas chinesas para Olimpíada, diz ministra

Organizadores de Tóquio afirmam que adotarão medidas anti-infecção, como gerenciamento de atividades e exames, para que as pessoas possam se sentir seguras para participar dos Jogos, mesmo sem vacinação

Redação
Compartilhe esta publicação:
Behrouz Mehri/Reuters
Behrouz Mehri/Reuters

Como as vacinas chinesas não foram aprovadas para uso no Japão, atletas não poderão se imunizar com elas

Acessibilidade


Os atletas japoneses que participarem da Olimpíada de Tóquio não estarão autorizados a receber vacinas contra o coronavírus oferecidas pela China, já que o Japão não as aprovou, disse a ministra da Olimpíada, Tamayo Marukawa, hoje (12).

O Comitê Olímpico Chinês ofereceu doses de vacina aos participantes da Olimpíada de Verão deste ano e dos Jogos de Inverno de Pequim de 2022, disse o Comitê Olímpico Internacional (COI) ontem (11).

SAIBA MAIS: Comitê Olímpico da China oferece vacinas para a Tóquio-2020

O anúncio do presidente do COI, Thomas Bach, em uma sessão virtual pegou de surpresa os organizadores dos Jogos de Tóquio, como o executivo-chefe, Toshiro Muto – que não quis comentar a oferta em uma entrevista coletiva concedida após a sessão.

Hoje (12), Marukawa disse não ter havido mudança nos planos dos organizadores de Tóquio para um evento seguro, independentemente de os participantes terem sido vacinados.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Acho que esta será uma decisão para os países em que (vacinas chinesas) foram aprovadas“, disse Marukawa em uma coletiva de imprensa de rotina quando indagada se atletas deveriam receber as vacinações oferecidas pela China.

“Não estou ciente se alguma empresa chinesa solicitou aprovação de vacinas chinesas em nosso país”, disse ela, indicando que os atletas japoneses não estarão aptos a recebê-la.

“Estamos adotando medidas anti-infecção abrangentes, como gerenciamento de atividades e exames, para que as pessoas possam se sentir seguras para participar dos Jogos de Tóquio, mesmo sem vacinação“. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: