Precisa Medicamentos pede autorização para uso emergencial da Covaxin no Brasil

Ministério da Saúde tem contrato com farmacêutica para a entrega de 20 milhões de doses do imunizante entre março e maio

Redação
Compartilhe esta publicação:
Adnan Abidi/Reuters
Adnan Abidi/Reuters

Estudos de Fase 3 mostram que a vacina é 81% eficaz, e os anticorpos induzidos pela aplicação podem neutralizar cepas variantes

Acessibilidade


A Precisa Medicamentos, representante da Bharat Biotech no país, apresentou documentação à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o pedido de uso emergencial da vacina contra Covid-19 Covaxin no Brasil, informou a empresa em comunicado ontem (8).

“A Precisa Medicamentos apresentou à Anvisa a documentação para o pedido de liberação para uso emergencial da vacina Covaxin, produzida pelo laboratório indiano Bharat Biotech, de quem a Precisa é representante e distribuidora exclusiva no país”, diz o comunicado, acrescentando que o pedido foi apresentado na tarde de ontem (8).

LEIA TAMBÉM: Fiocruz diz que falha em linha de vacinas foi resolvida; começa produção em maior escala

Ainda segundo o documento, “estudos de Fase 3 mostram que a vacina é 81% eficaz, e os anticorpos induzidos pela aplicação podem neutralizar cepas variantes“.

Em fevereiro, o Ministério da Saúde anunciou a assinatura de contrato com a Precisa Medicamentos para a entrega de 20 milhões de doses da vacina contra Covid-19 entre março e maio. A concretização do uso do imunizante do país só poderá ocorrer, no entanto, a partir da autorização da Anvisa. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: